Guerra é relacionado pela 1ª vez e pode estrear pelo Palmeiras no domingo

Regularizado, o meia venezuelano Alejandro Guerra foi relacionado pelo técnico Eduardo Baptista pela primeira vez neste sábado e poderá fazer sua estreia com a camisa alviverde no domingo, diante do Ituano, no estádio Novelli Júnior, em rodada do Campeonato Paulista.

Um dos principais reforços do time paulista para a temporada 2017, Guerra ganhou condições de jogo somente agora, para a segunda rodada do Estadual, porque se apresentou depois dos companheiros, por ter defendido o Atlético Nacional no Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro.

Se Guerra vira opção, o treinador tem baixas importantes para compensar na equipe. O lateral-esquerdo Egídio será poupado em razão de dores musculares, enquanto o zagueiro Mina, o meia Moisés e o atacante Lucas Barrios ainda fazem trabalho físico especial.

Quanto ao time, Baptista fechou o treino realizado na manhã deste sábado, sem indicar quais serão os titulares. Mas é provável que o treinador escale o time com a seguinte formação: Fernando Prass; Fabiano, Edu Dracena, Vitor Hugo e Zé Roberto; Felipe Melo, Jean, Raphael Veiga e Guerra; Dudu e Róger Guedes.

BORJA – Após a chegada de Guerra, Miguel Borja se tornou o mais novo reforço do Palmeiras advindo do Atlético Nacional. Ele desembarcou em São Paulo nesta manhã, com grande festa da torcida, e já foi conhecer as dependências do seu novo clube. O atacante colombiano também conheceu alguns dos seus companheiros de time e até vestiu o uniforme de treino da equipe. Na sequência, foi submetido a exames. Pelas previsões da comissão técnica, Borja só deve estrear pelo Palmeiras em março.

Confira a lista de jogadores relacionados no Palmeiras:

Goleiros: Fernando Prass e Jailson;

Zagueiros: Edu Dracena, Vitor Hugo, Thiago Martins e Antônio Carlos;

Laterais: Fabiano, Jean e Zé Roberto;

Meio-campistas: Alejandro Guerra, Felipe Melo, Michel Bastos, Raphael Veiga, Thiago Santos e Vitinho;

Atacantes: Erik, Róger Guedes, Dudu, Alecsandro, Keno, Rafael Marques e Willian.

 

Da Redação

Conteúdo Estadão

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS