Goleiro do Rubro elogia reforma do Teixeirão, mas faz alerta com buracos

Goleiro do América, Guilherme afirma que, mesmo com a reforma, gramado do Teixeirão apresenta alguns buracos

Para o primeiro jogo em casa na Segunda divisão do Campeonato Paulista, neste sábado (22), a partir das 15h30, os jogadores do Rubro terão pela frente, além da equipe do Oswaldo Cruz, o novo gramado do estádio Benedito Teixeira, o Teixeirão.

Durante a preparação para a 4ª divisão, o time, que estreou fora de casa com empate contra o Grêmio Prudente no último final de semana, treinou apenas uma vez no estádio que vai abrigar os seis jogos do Rubro na primeira fase. No restante, todas as atividades foram realizadas nos campos do bairro João Paulo II e Unirp.

Porém, para o goleiro Guilherme, que já defendeu o América nas edições passadas da Segundona, mesmo com o pouco tempo de adaptação do gramado, as condições do campo evoluíram muito. “A reforma do campo ficou melhor do que estava. Treinamos uma vez só e devemos treinar amanhã (hoje) para o reconhecimento final. Ano passado estava com muita terra o campo. Esse ano eles colocaram um pouco mais de grama, estão dando uma ajeitadinha”, afirmou o camisa 1 do Rubro, que também falou as dificuldades na hora do jogo.

“Não está 100%, ainda tem bastante buraco, mas comparado com o ano passado já melhorou bastante. Mas mesmo assim vamos pra cima do Oswaldo Cruz e vamos buscar esses três pontos para o América”, disse Guilherme.

Já pensando no duelo contra o Oswaldo Cruz, o arqueiro garante que o empate na estreia serviu para dar mais confiança a equipe. “A gente vem de uma estreia bem difícil contra o Grêmio Prudente, que deu uma confiança para o time. A nossa expectativa é de uma vitória. Esperamos também que o torcedor compareça no nosso estádio, que depois de tanto tempo volta a ter o América e a vitória é o que a gente quer. É a nossa expectativa e vamos buscá-la”, encerrou Guilherme.

Por Marcelo Schaffauser

SEM COMENTÁRIOS