Giro Tecnológico: Os desafios e oportunidades na área de nutrição

Foto: Divulgação

A “Geração Fitness” busca cada vez mais uma boa alimentação e se manter em forma. Esse desejo de perder alguns quilos fez com que a profissão de nutricionista ganhasse maior espaço no mercado de trabalho.

Entre as principais atividades de um profissional de nutrição destacam-se: elaborar o diagnóstico nutricional de pacientes, fazer controle da qualidade de alimentos em empresas ou restaurantes, prescrever dietas e desenvolver e avaliar produtos que possam ser utilizadas na alimentação humana. No entanto, para exercer a profissão de nutricionista é necessário possuir diploma de bacharel em nutrição e obter o registro profissional no Conselho Regional de Nutricionistas (CRM). O curso superior de nutrição tem duração de quatro anos.

“Alunos do ensino médio que tenha interesse em biologia e química têm grandes chances de se interessarem pela área nutrição. As possibilidades de atuação são muitas, desde abrir a própria clínica até ir trabalhar em indústrias alimentícias”, comenta a coordenadora do curso na UNIP, Sueli Gobbo. A universidade oferece uma clínica de nutrição com atendimento gratuito para a comunidade. “Os alunos fazem o atendimento com a supervisão de algum professor. É de extrema importância que os alunos tenham essa experiência prática”, complementa Sueli. Para agendar uma consulta é preciso ligar no telefone 2137-5000. A clínica funciona de terça a sexta-feira, das 8h até às 15h.

Colaborou: Vinicius LIMA

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS