Gêmeas siamesas são encaminhadas para o Hospital de Base de Rio Preto

Bebês siameses nasceram na Santa Casa de Fernandópolis e parto marcou a história do hospital; crianças seguem internadas no HCM em Rio Preto

Estão internadas no Hospital de Base de Rio Preto as gêmeas siamesas que nasceram na última terça-feira (25/6), na Santa Casa de Fernandópolis. O parto raro foi realizado pela primeira vez e marcou a história da instituição, chamando atenção de toda a imprensa regional.

A mãe das crianças, que tem 21 anos, é moradora do bairro Jardim Paraíso e já tem outro filho. O caso foi diagnosticado ainda no exame pré-natal. Os bebês têm dois corações e quatro pulmões.

O Hospital da Criança e Maternidade (HCM) informou que os gêmeos foram internados na UTI neonatal, mas como não há autorização do pai e de mãe, o hospital não divulga informações sobre os pacientes.

Outros casos

O complexo Funfarme realizou outros três atendimentos a gêmeos siameses em sua história, dois pelo Hospital de Base e um, pelo HCM (Hospital da Criança e Maternidade).

O primeiro foi em 2006. As gêmeas nasceram no dia 2 de abril de 2006, em Penápolis, mas morreram três meses e dois dias depois, no HB. No dia 14 de março de 2008, gêmeas nasceram também no Hospital de Base, mas não resistiram e foram a óbito duas horas depois.

Já no último caso, ocorrido no 18 de março de 2014, as gêmeas nasceram no HCM, mas morreram dia 30 de março do mesmo ano.

Por Karolina GRANCHI

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS