Gás de cozinha já está R$ 3 mais caro para os consumidores

O consumidor já está pagando mais caro pelo gás de cozinha devido a um reajuste de 6,9% da Petrobras em cima dos preços do gás liquefeito de petróleo para uso residencial, que são os botijões de 13 quilos (GLP P-13). Este reajuste foi aplicado sobre os preços praticados sem incidência de tributos e começou a valer desde a 0h do último sábado.

A partir de agora o consumidor que for comprar o tradicional botijão de 13 quilos para uso residencial, com o aumento pode encontrar preços que variam de R$ 55 a R$ 71. Anteriormente esses valores oscilavam entre R$ 55 a R$68.

Algumas revendedoras ainda seguraram o preço antigo no final de semana, mas de acordo com o presidente da Associação de Revendedores de Gás de Rio Preto, Eder Freitas, ontem todas as revendedoras já vendiam o produto com os novos preços. “No final de semana alguns revendedores não tinham feito o aumento, mas nessa segunda [ontem] todos já tinham feito o repasse. Os preços tiveram esse reajuste devido ao aumento na matéria-prima e por questão de custos a companhia fez o repasse de 6,9% no gás domiciliar e no final de junho o reajuste de 8% no gás industrial”, comentou.

Segundo Freitas, o reajuste pode ser repassado imediatamente do revendedor para o consumidor final. “Hoje o consumidor já está pagando cerca de R$ 3 mais caro no gás residencial e desde a semana passada, com o aumento de 8% no gás industrial, o preço final ficou cerca de R$ 12 mais caro”, disse.

Em setembro, com a data-base do dissídio coletivo da categoria, os preços dos botijões de gás podem sofrer um novo reajuste, de cerca de 10 a 15%. “Todo ano no mês de setembro há esse reajuste nos preços. Geralmente nos últimos anos aumento ficou em torno dos 10%, porém neste ano estamos receosos de vir um aumento um pouco maior e ser de 15%.”

Para o presidente da associação, neste momento o consumidor está sendo bombardeado de todos os lados com aumentos no gás de cozinha e combustível.

 

Por Priscila Carvalho

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS