França e Croácia decidem o título da Copa do Mundo

Foto: Divulgação

Um duelo de Davi contra Golias. É assim que a final da Copa do Mundo de 2018 pode ser resumida. De um lado, os campeões mundiais de 1998, que já teve craques como Platini, Zidane e Henry. Do outro, uma surpreendente Croácia, que já derrotou gigantes do futebol mundial antes de chegar a final, tudo isso em sua 5ª participação em Copas, pois a seleção fazia parte da Iugoslávia até os anos 90.

Os franceses buscam o bicampeonato e irão com força máxima para a partida. Para muitos, essa é a melhor geração dos Le Bleus desde o título mundial. A derrota para Portugal na Eurocopa de 2016 promoveu uma renovação na equipe e apenas nove jogadores conseguiram se manter no elenco (Lloris, Mandanda, Umtiti, Rami, Kanté, Pogba, Matuidi, Griezmann e Giroud). A dupla de ataque é a principal esperança da França. Griezmann e Mbappé possuem três gols cada e Griezmann é o jogador com mais assistências na Copa. Já o jovem Mbappé é um dos candidatos a ganhar o prêmio de melhor jogador do mundial.

Se a França tem Mbappé, a Croácia conta o meia Modric. O croata foi campeão da liga dos campeões com o Real Madrid e pode conquistar o título inédito para a Croácia. O desgaste físico dos jogadores é uma preocupação do técnico Zlatko Dalic. Os croatas vêm três prorrogações seguidas, chegando até os pênaltis contra Dinamarca e Rússia. Os torcedores encaram o jogo contra a França como uma revanche da derrota por dois a um na semifinal da Copa de 1998. Naquela ocasião, a Croácia chegou a sair na frente, mas acabou levando a virada.

As duas seleções entram em campo neste domingo (15), às 12h, no Lujniki Stadium, em Moscou. O horário, mais cedo do que o normal, se dá pelo interesse da FIFA em agradar os chineses, que são os maiores patrocinadores da competição. Abaixo as prováveis escalações:

França: Lloris, Pavard, Varane, Umtiti e Hernández; Matuidi, Kanté e Pogba; Mbappé, Giroud e Griezmann.

Croácia: Subasic, Vrsalijko, Lovren, Vida e Strinic; Brozovic, Rebic, Modric e Rakitic; Peresic e Mandzukic.

Colaborou: Vinicius LIMA

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS