FGTS: saques de contas inativas somam mais R$ 15 bilhões

Previsão é que 30,2 milhões de trabalhadores sejam beneficiados com os saques

Mais de 9,5 milhões de pessoas já sacaram os valores nas agências da Caixa Econômica Federal.

A Medida Provisória que permitiu o saque de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) já beneficiou mais de 9,5 milhões de brasileiros. A Caixa Econômica Federal pagou, até a tarde desta quarta-feira (19), R$ 15,1 bilhões aos trabalhadores nascidos entre janeiro e maio.

O valor equivale a 83,2% do total inicialmente previsto (R$ 18,1 bilhões) para o período. Já o número dos beneficiados representa 76% das 12,5 milhões de pessoas nascidas no período. A previsão é que 30,2 milhões de pessoas recebam o recurso e possam sacar um total de R$ 43,6 bilhões.

Denúncia por irregularidades

O trabalhador que não teve o fundo de garantia depositado pode formalizar denúncia contra a empresa na Divisão de Fiscalização do FGTS no Ministério do Trabalho. A denúncia permanece anônima e pode ser feita a qualquer momento por meio do site do Ministério do Trabalho.

Para realizar a denúncia, é necessário que o trabalhador tenha em mãos sua carteira de trabalho e o extrato da conta vinculada do FGTS. O trabalhador também tem a opção de oferecer as informações ao Ministério Público do Trabalho ou ingressar com reclamação na Justiça do Trabalho. Nos casos em que a empresa não exista mais, o trabalhador pode ingressar com uma ação trabalhista na Justiça do Trabalho e requerer o pagamento do FGTS devido.

 

Da Redação

Fonte: Portal Brasil

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS