Festival de Teatro Lambe – Lambe de Rio Preto começa nesta sexta-feira

A Fiandeira - PlastikOnírica (Foto: Nadja Kouchi)

Comemorando os 30 anos do Teatro Lambe-Lambe, também conhecido como Teatro de Caixa, começa nesta sexta-feira (1/11), a primeira edição do MINI – Festival de Teatro Lambe-Lambe de Rio Preto. O evento vai até domingo (3/11), com programação totalmente gratuita para todas as idades, apresentando dez espetáculos e duas ações formativas.

A linguagem do teatro de animação que é caracterizada pela encenação dentro de uma caixa cênica em miniatura. Batizado como MINI, o festival reunirá nove espetáculos de teatro de miniaturas de diferentes regiões do Brasil e um da Argentina. O projeto do evento foi contemplado na última edição do Prêmio Nelson Seixas, da Secretaria Municipal de Cultura.

A realização é do grupo Varanda Teatro, com fomento do Prêmio Nelson Seixas 2019, da Prefeitura de Rio Preto, por meio da Secretaria Municipal de Cultura.

Com grupos dos estados da Bahia, Minas Gerais e São Paulo, além da Argentina, o MINI ocupará a Praça das Rosas (sexta, das 18 às 20h), Bosque Municipal (sábado, 15 às 17h) e Parque Ecológico Danilo Santos de Miranda (domingo, 10 às 12h). A programação busca difundir o Teatro Lambe-Lambe, que é considerado uma linguagem popular do teatro de formas animadas e ainda pouco conhecido pelo público em geral.

A técnica foi criada em Salvador (BA), em 1989, pela cearense Denise Di Santos e a baiana Ismine Lima, que se inspiraram nos antigos fotógrafos de praças conhecidos como lambe-lambes, e uniram o teatro e a fotografia. Desde então, a linguagem veio se desenvolvendo e apresentando novas formas pelo Brasil e pelo mundo.

As apresentações acontecem dentro de uma caixa cênica em miniatura, em uma espécie de “miniteatro”. Nas caixas, são encenados espetáculos de teatro de animação de curta duração, assistidos por uma ou duas pessoas por vez. Com o auxílio de fones de ouvido e um tocador de mp3, o espectador acompanha a história através de um pequeno buraco na caixa e espia um universo em miniatura, com iluminação, cenário e manipulação de bonecos, objetos ou sombras, criando um ambiente com todas as sensações que o teatro tradicional proporciona.

Ao longo dos três dias de festival, haverá 30 apresentações de caixas de Teatro Lambe-Lambe. Em cada dia, todos os espetáculos serão apresentados simultaneamente pelo período de duas horas, o que irá possibilitar ao público assistir a diferentes obras no mesmo local.

Entre os nomes reconhecidos dentro dessa arte que marcam presença no MINI, estão suas criadoras, Denise Di Santos e Ismine Lima. A primeira se apresenta com o espetáculo “Ela no Caminho”, inspirado no poema “No meio do caminho”, de Carlos Drummond de Andrade. Já Ismine Lima estará presente com a obra “O Professor Tinoco e seu Fiel Amigo”. A obra trata da amizade entre seres diferentes.

Outros nomes de destaque também trarão suas obras para o festival, como Tiago Almeida, diretor artístico do Grupo Girino, de Belo Horizonte (MG), coordenador do Festim – Festival de Teatro em Miniatura e editor da Revista Anima, atualmente também presidente da Atebemg – Associação de Teatro de Bonecos de Minas Gerais. Ele encena o espetáculo “Isto não é uma Caixa” e coordena a oficina Teatro de Papel, direcionada a alunos do Projeto Pic – Projeto de Incentivo ao Cooperativismo.

Da Argentina, Gabriela Céspedes traz o espetáculo “Gato Negro”, com o qual já se apresentou por diversos festivais. Já a Cia. PlastikOnírica, de Santos (SP), marca presença no MINI com dois espetáculos: “A Fiandeira” e “Saudade”.

A programação será encerrada com a roda de conversa “30 anos de Teatro Lambe-Lambe”, reunindo todos os artistas participantes desta primeira edição em um momento de troca e compartilhamento. Também faz parte do projeto a produção do minidocumentário “Espia só”, a ser veiculado nas redes sociais.

Serviço

MINIFestival de Teatro Lambe-Lambe de Rio Preto. De 1 a 3 de novembro. Praça das Rosas que fica localizada noJardim dos Seixas (1 de novembro), das 18h às 20h. Bosque Municipal que fica localizado na rua José Deguer, no bairro Jardim Nazareth (2 de novembro), das 15h às 17h. E no Parque Ecológico ‘’Danilo Santos de Miranda’’ que fica localizado na Avenida Benedito Rodrigues Lisboa, nº 1300, no bairro São Francisco (3 de novembro), das 10h às 12h. O festival é gratuito.

 

Os espetáculos:

A Fiandeira | Cia. Plastikonírica (Santos/sp)

CIRCO zolho | Coletivo Teatro de Caixeiros (Ribeirão Preto)

Ela no Caminho | Denise Di Santos (Salvador)

Encontro | Teatro de Caixeiros (Ribeirão Preto)

Gato Negro | Gabriela Céspedes (Argentina)

Isto Não é uma Caixa | Grupo Girino (Belo Horizonte)

O Professor Tinoco e Seu Fiel Amigo | Ismine Lima (Monte Verde)

Relicário | Teatro de Caixeiros (Ribeirão Preto) – (Caixa Clariana)

Relicário | Teatro de Caixeiros (Ribeirão Preto) – (Caixa Alceu)

Saudade | Cia. Plastikonírica (Santos)

Por Verônica MAESTRELLA

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS