Festival Arena Cacilda traz diversas linguagens hoje em Rio Preto

O Festival Arena Cacilda entra em seu segundo dia com apresentações de música, teatro, dança, exibição de curta e uma instalação, no Teatro Municipal “Humberto Sinibaldi Neto”. Depois, a programação de hoje, se estende ao Barteliê. Tudo é de graça.

No Teatro Municipal, as atrações começam às 19h30. A programação será aberta pela cantora Lú Morena, que faz o show acústico “MPB, Bossa Nova e Cantoria”, de voz e violão. Na sequência, o Grupo Terra apresenta a intervenção de dança “Pé de Poesia”, inspirada na obra do poeta Manoel de Barros. A direção artística e a criação são de Andrea Capelli, que também está no palco, ao lado de Bruna Leila Borges, Carolina Capelli, Nilton César Chopes, Rosimeire Aparecida Caires e Pedro Junior Redero Martins.

A programação do Arena Cacilda desta terça-feira também inclui dois experimentos cênicos inéditos, criados especialmente para o festival. O primeiro a ser apresentado é “Maria”, trabalho da Cia. Poesia em Cena. Trata-se de um exercício cênico em que os atores abordam questões sociais a partir do poema “A Infanticida Marie Farrar”, de Bertolt Brecht, numa mescla de vídeo, narrativa e Butoh. Em cena, Amine Maria e Jason Marchesini.

O outro trabalho inédito é “Adorável Ausência”, do Histeria, com os atores Debora Cristina Lourencim e Solano Guarche de Araújo. Fabiana Maria Abranches é idealizadora e provocadora.

Ainda no Teatro Municipal, o público poderá conferir o curta “O Homem de Bem”, de Vinicius Dall’Acqua, que também assina o roteiro. O passado e o presente de três personagens conduzem a uma situação limite, onde a relação de poder e a força do dinheiro determinam seus destinos. O elenco conta com Harlen Félix, Ícaro Negroni e Maurício Gomes. Após o curta, a plateia será convidada a conhecer a instalação “Prezênite – Vagões em Movimento”, de Jef Telles, artista conhecido pelo hibridismo de linguagens presente em suas obras. No trabalho, símbolos e imagens da cidade conduzem o espectador a uma viagem no tempo do agora.

O Barteliê recebe, às 22h, o show Bang Bang, com Dólar Furado. A banda é composta por Fred Pala (guitarra e voz), Theo Russo (bateria e voz), Matheus Rozani (baixo e voz) e Jader Marquez (piano e voz). Nesse projeto, os músicos apresentam o som da primeira geração do rock and roll, unindo o melhor do rock com linhas clássicas do jazz e blues e elementos country e folk, além de uma pitada de rockabilly, em versões originais e releituras dos clássicos do rock.

Para a programação do teatro, é preciso chegar meia hora antes para retirada de ingressos.

O Festival Arena Cacilda é uma realização dos artistas rio-pretenses, juntamente com a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, com a parceria do Sesc Rio Preto.

O evento segue até o sábado, dia 30, e a programação completa está no link: http://arenacacilda.blogspot.com.br/.

Confira abaixo a programação desta terça-feira, dia 26.

26 DE SETEMBRO, TERÇA-FEIRA

Teatro Municipal “Humberto Sinibaldi Neto”

A partir das 19h30

MPB, Bossa Nova e Cantoria
Lú Morena
Música – voz e violão
Sinopse: Show acústico VOZ e VIOLÂO, com mostra da evolução da MPB em suas mais variadas vertentes: Bossa, Samba, Cantoria Popular e Pop Rock.
Ficha técnica: Voz e Violão: Lú Morena; Produção e Visagismo: Marcos Machado
Duração: 30 minutos
Classificação: livre

Pé de Poesia
Grupo Terra
Dança (Jardim da Cacilda)

Sinopse: Pé de Poesia dá em qualquer lugar, em todas as estações do ano, basta que se joguem as sementes das palavras dançadas. E o movimento é quem lança os poemas de Manoel de Barros aos olhos, ouvidos e sentidos dos passantes. Poesia em forma de dança ou dança em forma de poesia? Um convite à obra e vida do poeta das miudezas. Uma atenção especial ao que é desimportante.

A programação completa está disponível na página do DHoje Interior: www.dhojeinterior.com.br.

 

Da Redação

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS