Exercício físico na infância

“Atualmente trabalho com grupos com cerca de 20 crianças e outras 10 com aulas particulares, o número tem aumentado nos últimos anos”, comenta Martins. (Foto Divulgação)

Atualmente nos deparamos cada vez mais com crianças dentro de casa no mundo eletrônico, consequentemente os pais têm mais dificuldade para apresentar algum tipo de exercícios para melhorar a saúde da criançada. Foi pensando nisso que foi criado o Funcional Kids, que vem para quebrar essa realidade e fazer com que a criança gaste energia de forma bem divertida.

O funcional kids é semelhante ao tipo de exercício bem comum nas academias e acredite essa série de exercícios ajudam muito para o desenvolvimento e crescimento de quem pratica.

(Foto Divulgação)

Os benefícios são muitos anota aí, o funcional ajuda no emagrecimento que é atualmente o principal objetivo dos pais que buscam esse tipo de trabalho, desenvolvimento da coordenação motora, velocidade de pensamento, além dos benefícios entre relações sociais (vínculo de amizade, saber trabalhar em grupo e respeitar o limite do próximo).

Mas como tudo na vida, os exercícios devem ser feitos com moderação, durante as aulas é feito pelo profissional uma manipulação da intensidade, é realizada também uma moderação na frequência dos exercícios conforme os limites do corpo, para que as crianças elevem a frequência cardíaca dentro do seu limite e logo após uma atividade ou jogo que faça com que eles descansem um pouco.

O Personal Trainer Matheus Martins diz que apesar de muito divertida e saudável, antes de qualquer pessoa, em qualquer idade, começar a treinar o funcional ou outra atividade física, o ideal é ter acompanhamento de um médico, esse profissional da saúde vai poder orientar o trabalho a ser feito e se a pessoa tem alguma doença que pode trazer restrição de algum exercício. “É muito importante que os pais procurem um especialista antes de qualquer decisão, nunca se sabe se a criança pode realmente fazer todos os tipos de exercícios sem que seja prejudicial a saúde”, explicou o personal.

(Foto Divulgação)

Ficou curioso para saber sobre as atividades? Algumas são adaptadas de esportes que são menos comuns em nosso país, Matheus Martins conta também que em suas aulas, são trabalhados beisebol, futebol americano e uma modalidade para deficientes visuais chamada goalball ou golbol (atividade consiste em arremessar uma bola com as mãos no gol do adversário) . E é claro, que os principais esportes também estão presentes. “Atualmente trabalho com grupos com cerca de 20 crianças e outras 10 com aulas particulares, o número tem aumentado nos últimos anos”, completou Martins.

Os treinos podem começar a partir dos quatro anos e não existe idade pra acabar, lembrando que se exercitar durante a vida pode garantir um envelhecimento mais saudável. Colaborou: Thais LOBATO

 

Da REPORTAGEM

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS