Exclusivo para ônibus, viaduto será inaugurado no próximo sábado

Seis linhas que atendem a Zona Norte vão passar pelo local, deixando de acessar o miniterminal em frente ao Pastorinho

Depois de dois anos de obras e com o custo final de R$ 58.511.746,50, o viaduto exclusivo para ônibus, que liga o novo terminal a rua João Mesquita, na Boa Vista, será inaugurado no próximo sábado, dia 14, e vai atender seis linhas do transporte público que vão para a Zona Norte de Rio Preto: Maria Lúcia, Jardim Maria Lúcia (via Jardim Antunes), Jardim Antunes, Itapema Dom Lafaiete, Eldorado e Noturna Santo Antônio, ou seja, todos esses ônibus não irão passar mais pelo miniterminal da rua Paul Harris, em frente ao supermercado Pastorinho, no cruzamento da Avenida Bady Bassitt com a rua Pedro Amaral.

E é justamente o cruzamento entre a Avenida Bady Bassitt e a rua Pedro Amaral que motivou a construção do viaduto, segundo o coordenador de Mobilidade Urbana, Amaury Hernandes.

“Vão tirar todos os ônibus da região norte do cruzamento da Bady Bassitt com a Pedro Amaral. Nós acreditamos que pela quantidade de ônibus que passava pelo local vai haver uma melhoria sensível no trânsito. O maior objetivo é trazer fluidez ao transporte público”, afirmou.

Permitido somente para os ônibus do transporte público, Hernandes também explica que qualquer outro veículo que acessar o local poderá ser autuado. “Será exclusivo para ônibus. O viaduto é parte do projeto de mobilidade urbana da cidade. Quem trafegar pelo local estará passivo de autuação”, disse.

Ainda de acordo com o coordenador de mobilidade urbana todos os passageiros já foram avisados sobre as mudanças de que os ônibus das seis linhas da Zona Norte não vão mais trafegar pelo miniterminal.

INTERDIÇÃO

Também no próximo sábado, além da inauguração do novo viaduto, a Secretaria de Trânsito, Transporte e Segurança anunciou a interdição do cruzamento da Avenida dos Estudantes com a Avenida João Bernardino de Seixas, a partir das 8h, para terminar as obras no local e liberar a via.

“Fizemos toda a pavimentação. Vamos fechar o cruzamento, fazer o recape e em seguida fazer a liberação do cruzamento”, disse Amaury Hernandes, lembrando que durante todo o dia será proibido utilizar o cruzamento, sendo necessário o uso das vias paralelas.

Por Marcelo Schaffauser

SEM COMENTÁRIOS