Ex-professor da Famerp e diretor do IML, Aluyzio Costa, morre aos 79 anos

Fotos: Divulgação

Morreu neste sábado, dia 4, aos 79 anos, o ex-diretor do Instituto Médico Legal (IML) de Rio Preto e professor da Famerp, Aluysio de Mendonça Costa.

O médico legista, referência regional em sua área, deve ser enterrado nesta segunda-feira, às 15h, no Cemitério Jardim da Paz.

Dhoje Interior

A Sociedade de Medicina e Cirurgia divulgou uma nota em sua página no Facebook, neste domingo, em que lamenta o falecimento de um dos seus mais antigos sócios.

Confira a nota na íntegra:

“Em nome de toda a classe médica de São José do Rio Preto e região, a Sociedade de Medicina e Cirurgia manifesta seu profundo pesar pelo falecimento do Dr. Aluyzio de Mendonça Costa, aos 79 anos, à família e amigos.
Em seus mais de 50 anos de profissão, contribuiu muito para a medicina de São José do Rio Preto e para a Sociedade de Medicina e Cirurgia, da qual era associado há décadas.
Formado pela Faculdade de Ciências Médicas do Rio de Janeiro, em 1966, possuía o título de especialista em Patologia pelo Departamento de Patologia da Associação Médica Brasileira (1969) e em Citologia pela Sociedade Brasileira de Citologia.
Referência nesta área na região, foi diretor do Instituto Médico Legal (IML) de Rio Preto e professor de Patologia e Medicina Legal da Famerp.
Docente da faculdade desde sua 1ª turma de medicina, Dr. Aluyzio teve reconhecida sua importância para a instituição em 2012, quando emprestou seu nome ao novo Serviço de Verificação de Óbitos (SVO) da Famerp (foto).
“Dr Aluysio merece todas a nossas homenagens. Foi o primeiro patologista de Rio Preto, participou ativamente na Famerp como professor de gerações, como gestor na DRS e IML e nos movimentos da reconstrução da democracia e MDB. Generoso, agregador, sempre humano e ético em todas as suas atividades”, afirma Dr. Horácio Ramalho, diretor executivo da Funfarme à época da inauguração do novo SVO.
Dr. Aluyzio também foi diretor do antigo Escritório Regional de Saúde (hoje Direção Regional de Saúde), de 1991 a 1994 e diretor regional do antigo Escritório da Secretaria do Interior, no governo Franco Montoro, de 1983 a 1986”.

Daniele JAMMAL