Estão abertas inscrições para escolha de escultura em Potirendaba

Foto: Divulgação

Artistas plásticos de todas as regiões do país podem participar do concurso aberto este mês pelo  projeto “Memória: Ressignificação do Tempo”. A obra de arte será instalada em frente ao Clube Icaraí em Potirendaba, local que abrigará uma exposição que tem como objetivo resgatar a história da cidade. As inscrições são gratuitas e terminam dia 31 de março. O prêmio para a obra vencedora será de R$ 10 mil.

“A seleção é aberta as diferentes linguagens das artes visuais, incluindo arte e tecnologia, cerâmica, colagem, escultura, instalação ou objeto. O essencial é que seja uma escultura feita por artista plástico e que seja uma obra inédita”, detalha Deodoro Moreira, diretor da empresa Serifa Editora e Comunicação, organizadora do concurso.

Outras especificações são relativas ao tamanho. A escultura deverá ter 2 metros de altura por 1 metro de profundidade e igual medida na largura. É importante que os participantes lembrem-se que a obra ficará exposta ao ar livre durante pelo menos um ano que é o período da Exposição “Memória: Ressignificação do Tempo”.

A seleção dos trabalhos será feita por uma comissão de curadoria composta por um artista plástico convidado pelos organizadores do concurso além de um representante da produção e um representante dos patrocinadores do projeto.

O resultado preliminar sai dia 30 de abril e o resultado final será divulgado em 18 de maio. A premiação de R$ 10 mil será entregue ao vencedor em até dez dias antes do início da exposição, prevista para ser aberta em setembro de 2018.

A integra do edital do concurso está disponível no site. Outras informações ou esclarecimentos podem ser solicitados somente através do e-mail  [email protected]

Ressignificação do Tempo

O projeto “Memória: Ressignificação do Tempo” visa resgatar a memória da cidade Potirendaba com um trabalho de pesquisa e produção de materiais gráficos, audiovisuais  e digitais compondo uma exposição aberta à visitação pública gratuita, por um período de pelo menos um ano. A pesquisa abrange desde o início do povoado que deu origem à cidade, na década de 1910, até os dias atuais.

O local escolhido para abrigar o projeto é o Clube Icaraí, um ícone histórico que iniciou suas atividades em 1962, e foi ponto de encontro de moradores da cidade durante várias gerações.

O projeto “Memória: Ressignificação do Tempo” é realizado pelo Governo do Estado de São Paulo e Serifa Editora e Comunicação, por meio do ProAC SP,  com patrocínio da Cia. de Bebidas Poty.

 

Da REDAÇÃO

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS