SAÚDE FISIO: Esporão de calcâneo quais os principais tratamentos

O ortopedista ou fisioterapeuta poderão desconfiar que se trata de um esporão pelos sintomas característicos que a pessoa apresenta, mas o exame de raio-X pode ser útil para observar a formação deste pequeno ossinho no calcanhar. Divulgação

O que é o esporão de calcâneo?
O esporão de calcâneo é caracterizado por uma protuberância óssea na base do osso calcâneo (na sola do pé) ou ainda na região posterior do calcâneo, bem próximo à inserção do tendão de aquiles ou tendão calcâneo. A dor característica não decorre do esporão, como muitas pessoas imaginam, mas sim da inflamação do tendão e da fáscia. As mulheres são as mais suscetíveis ao problema.

Causas do esporão de calcâneo
Microtraumatismos no osso calcâneo podem levar à formação do esporão. As mesmas lesões que, normalmente, desencadeiam o surgimento da chamada fascite plantar, inflamação da fáscia plantar – tecido que recobre a musculatura da sola do pé – também provocam o aparecimento do esporão de calcâneo.
Situações variáveis que causem um estresse crônico à região do calcanhar podem provocar o surgimento de um esporão. Pessoas com a curvatura dos pés acentuada, que sofrem com o sobrepeso ou que trabalham em pé durante muito tempo têm forte tendência a apresentar o problema.

Dhoje Interior

Como saber se é esporão
O único sintoma é a dor na sola do pé, na região onde o osso se forma, que é uma dor aguda, em forma de pontada. A dor piora ao caminhar, correr ou saltar, por exemplo, desaparecendo depois de algum tempo em movimento.
O ortopedista ou fisioterapeuta poderão desconfiar que se trata de um esporão pelos sintomas característicos que a pessoa apresenta, mas o exame de raio-X pode ser útil para observar a formação deste pequeno ossinho no calcanhar.

Sintomas do esporão de calcâneo
Dificilmente o esporão causa um sinal aparente, como vermelhidão ou inflamação. O que caracteriza, de fato, o problema é a dor. Geralmente, a dor é pulsante na zona plantar do calcanhar. Mas atenção: nem toda dor nessa região é esporão e há casos em que o problema é assintomático.

O que fazer em caso de esporão no calcanhar
Repousar o pé para aliviar a dor, outras opções são:
* Antes de dormir deve lavar os pés, passar creme hidratante e massagear toda a sola do pé, insistindo mais tempo na região mais dolorida;
* Deslizar uma bola de tênis sobre o pé, principalmente no calcanhar, o que pode ser feito de pé ou sentado.
* Alongar a fáscia, puxando os dedos dos pés para cima e também toda a parte de trás da perna;
* Fazer fisioterapia com aparelhos e exercícios, incluindo a reeducação postural global que realinham todas as estruturas do corpo, eliminando a causa do seu esporão;
* Se estiver acima do peso, deve fazer dieta e praticar exercícios para eliminar o mesmo;
* Exercícios de alongamento para os pés e para as pernas;
* Colocar uma toalha no chão e ir puxando com os dedos, outro que também pode fazer é pegar bolinhas de gude e colocar num balde, por exemplo, pegar umas 20 bolinhas por dia, mas lembra de ter o calcanhar sempre apoiado no chão;
* Pode ser realizado pela fisioterapia a terapia com ondas de choque, liberação miifascial, infiltração com corticoides ou a cirurgia, em último caso, se as opções anteriores não forem suficientes;
•A fisioterapia para esporão do calcanhar inclui o uso de eletroterapia e aplicação de gelo, para reduzir a inflamação dos tecido em redor do esporão, aliviando a dor ao caminhar;
* Ultrassom com gel neutro ou com propriedade anti-inflamatória;
* Laser para ajudar a desinflamar e cicatrizar os tecidos inflamados;
* Técnica de crochetagem ou de massagem transversa profunda que podem causar algum desconforto, mas libera a fáscia;
* Uso de uma tala noturna no pé, que imobiliza o tornozelo e alonga a fáscia plantar;
* Exercícios para estimular a curvatura ideal do pé e a mobilização da fáscia;
* A fisioterapia pode ser realizada de três a quatro vezes por semana, até a eliminação dos sintomas;
* Usar uma palmilha de silicone é uma boa estratégia para diminuir a pressão do peso do corpo sobre a região dolorida. O ideal é que seja utilizada uma palmilha que tenha um ‘buraco’ exatamente no local onde se localiza o esporão porque assim toda a planta do pé fica bem apoiada e a região dolorida não fica em contato com a palmilha, nem o sapato. No entanto, essa palmilha não deve ser usada por toda a vida, sendo necessária apenas enquanto durar o tratamento;
* Um outro tipo de palmilha que pode ser usada é aquela que força a curva do pé, que está presente em alguns tênis de caminhada ou corrida.

Caso de Cirurgia
A cirurgia para esporão no calcanhar é utilizada nos casos mais graves para liberar a fáscia plantar e remover o esporão, aliviando definitivamente a dor. No entanto, sendo uma cirurgia, existem alguns efeitos colaterais que podem surgir, especialmente formigamento na região do calcanhar.
Após a cirurgia, para evitar complicações, é recomendado manter o repouso durante pelo menos duas semanas e manter o pé elevado com almofadas para que esteja acima do nível do coração, evitando que fique inchado e atrase a cicatrização. Além disso, só se deve começar a colocar peso sobre o calcanhar após indicação do médico, devendo-se começar a caminhar com o auxílio de muletas.

Esporão tem cura?
Uma vez que se formou o esporão nenhum tratamento será capaz de eliminar completamente e por isso é comum que a dor surja de tempos em tempos, sempre que a pessoa se descuida e usa sapatos muito duros ou fica muito descalço, passando muitas horas do dia de pé. A única forma de eliminar essa formação óssea é através de cirurgia, onde o osso pode ser raspado. No entanto, se os fatores que levaram ao desenvolvimento do esporão não forem solucionados, ele poderá voltar a aparecer.

Dra Silvia Batista
Fisioterapeuta e educadora física
@silviabatistafisiodancer
Email: [email protected]