Especialistas reforçam cuidados contra acidentes com vítima de queimaduras

queimaduras - Número de vítimas aumentou em Rio Preto e região
Nesta quarta-feira (6) é comemorado o dia Nacional de Prevenção Contra Queimaduras. No ano de 2017, o Hospital Padre Albino, em Catanduva registrou 284 internações e 12 óbitos por causa de queimaduras. Neste ano, até o mês de abril, já foram registrados 131 internações e 4 óbitos.
De acordo com o cirurgião plástico do Hospital Padre Albino, Dr Pedro Soubhia Sanches vários fatores podem causar queimaduras “A queimadura é uma lesão na pele que pode ser causada por calor, frio, substâncias químicos (produtos de limpezas) e contatos com eletricidade. A maioria das crianças geralmente se queimam com líquidos quentes. Já os adultos são mais variáveis”
A maioria dos pacientes encaminhados para a unidade tem lesões mais profundas, de segundo e terceiro grau. Isso dá um paciente a cada dia hospitalizados por ocorrências de queimaduras, na maioria das vezes, acidentais. Em 2015 e 2016, 14 pessoas morreram vítimas de queimaduras em Rio Preto. Os dados são do Datasus (Departamento de Informática do SUS).
“É importante saber diferenciar o tipo de queimadura. As de primeiro grau são as queimaduras solar, aquelas que deixam a pele vermelha. A de segundo grau são aqueles que fazem bolhas. Essas podem ser tratadas clinicamentes. As de terceiro grau são as piores, elas acometem toda a profundidade da pele, normalmente o tratamento é só cirúrgico”, afirma o Dr Pedro
Das 131 pessoas internadas por queimaduras no Hospital Padre Albino durante esse ano, 77 foram homens e 54 mulheres. Durante o mês de maio , dois acidentes com queimaduras foram registrados.
Uma criança de um ano e quatro meses, teve partes do corpo queimadas após puxar o cabo de uma panela, que continha leite em alta temperatura, que acabou caindo sobre o seu corpo. O outro foi de um mecânico que teve queimaduras no rosto e na mão, após explosão de um carro que estava arrumando. Ambos foram encaminhados até o Hospital Padre Albino
O último caso registrado em Rio Preto ocorreu neste mês. Uma criança, de 11 meses, teve queimaduras no queixo, no tórax e nas pernas após puxar uma panela de canjica de um fogão à lenha improvisado.
“É importante ressaltar como prevenir os casos de queimaduras. Sempre que os pais estiverem cozinhando, virar o cabo da panela para dentro do fogão, assim evita a criança de derrubar as panelas. Os adultos devem evitar álcool para acender churrasqueira, tomar cuidado com fogos de artifícios”, explica
Neste sábado (9), profissionais da Unidade de Tratamento de Queimados do Hospital Padre Albino vão realizar o dia Nacional de Prevenção Contra Queimaduras. As pessoas serão orientadas de como previnir acidentes domésticos envolvendos chamas ou liquidos inflámaveis e ensinadas a como agir caso algum acidente acontença.
“Sempre que acontecer algum caso de queimadura, é necessário resfriar a lesão com água corrente em temperatura ambiente de 15 a 20 minutos. Nunca colocar água muito gelada. Depois disso, ir até o atendimento médico mais próximo para a lesão ser avaliada”, finaliza Dr Pedro. (Colaborou: Leo BIGOTTO CARON)
Da Reportagem
COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS