Especialista da Ikesaki dá dicas para prolongar efeitos dos alisamentos e colorações na quarentena

O isolamento social causado pela pandemia da covid resultou no fechamento temporário dos salões de beleza, barbearias e clínicas de estética. Com a redução drástica dos serviços disponíveis, os alisamentos e colorações capilares realizadas há algum tempo começar a dar os primeiros sinais de que necessitam de retoques. O que fazer?

Claudia Mata, consultora de beleza da Ikesaki, reuniu algumas dicas para garantir maior durabilidade dos procedimentos:

Dhoje Interior

Aposte no cronograma capilar – Garantir a saúde dos fios é o primeiro passo para reforçar a fibra capilar e as colorações ganhem maior durabilidade. Invista em produtos indicados para cada uma das etapas de hidratação, nutrição e reconstrução. A Ikesaki dispõe de produtos para todos os gostos e bolsos para tratamento dos fios, confira aqui.

Diminua a frequência das lavagens – A rotina de lavar os cabelos todos os dias não colabora para a permanência da coloração e do alisamento. O ideal é manter a rotina de lavar o cabelo três vezes por semana.

Proteção térmica – Como boa parte dos alisamentos utilizados atualmente são termoativados, os procedimentos costumam se reforçar quando utilizamos fontes de calor para finalizá-los (pranchas e secadores). Mas para evitar a sensibilização dos fios, a utilização de protetores térmicos de qualidade vai garantir a saúde dos cabelos durante a exposição. Para checar produtos destinados à proteção térmica, clique aqui.

Utilize produtos específicos – Investir em produtos para cabelos coloridos é um excelente caminho. As loiras podem apostar nos shampoos matizadores roxos/violetas para evitar manchas e neutralizar a tonalidade amarelada dos fios.

Conheça linhas para cada tipo de fio e necessidade capilar: https://www.ikesaki.com.br/cabelos

Da REDAÇÃO