Escolher uma carreira profissional não é uma tarefa fácil

Foto Claudio Lahos

O fim do ensino médio é uma fase complicada para muitos estudantes, principalmente
porque é nesse momento que eles começam a pensar na faculdade e no curso que vai
fazer. Decidir a profissão que vai seguir tão cedo não é uma tarefa muito fácil para os jovens, até porque, muitas vezes, sofrem pressões sociais e também familiares.

“É um período bem difícil e de pressão. Você sai do segundo grau e precisa ficar com
tudo certo. Já precisar ter isso formado na cabeça. Aí tem muitas influências nisso. Influência da família que às vezes tem uma linha profissional que a família segue. Tem a questão de mercado de trabalho. Existem vários fatores que podem induzir a pessoa ao erro”, ressalta Araiê Berger, psicóloga da Unorp.

Dhoje Interior

De acordo com a psicóloga, uma forma dos estudantes conseguirem se decidir nessa fase complicada da vida é procurar uma orientação vocacional. “A orientação vocacional é importante nesse sentido, pois faz com que a pessoa se reconecte com ela mesma.

Para que ela consiga relembrar e analisar, umas coisas que elas já sabem sobre elas e consiga ver se tem afinidade mais com uma área de humanas, de exatas ou biológicas,
ou seja, que ela tem mais habilidade”, aconselha.

Araiê explica que outra forma importante na hora de decidir a carreira é buscar algum contato com a profissão. “A experimentação é importante. Por exemplo, se você tem vontade de fazer um curso, é importante entrar em contato com pessoas relacionadas à área, assistir a uma aula para ver se o assusto é interessante. A experiência e o contato com a profissão são formas bacanas de você ver se área combina com a sua personalidade”, orienta a psicóloga.

De acordo com a psicóloga, a profissão é uma escolha que tem que ser feita com carinho, pois é algo que o profissional vai dedicar grande parte do dia “A profissão a gente precisa seguir o coração. A gente trabalha muitas horas por dia. Todo o trabalho
tem o lado do prazer, mas tem o lado exaustivo também.

Então, você precisa fazer alguma coisa que você gosta. É importante seguir o próprio coração e enfrentar as barreiras”, explica. Unorp Para ajudar os estudantes a conhecer as profissões, o Centro Universitário do Norte Paulista (Unorp) realizou nesta quarta-feira (14) o Unorp Day, um evento gratuito aberto à comunidade.

Durante o dia todo, os estudantes participaram de feira de profissões, de testes de orientação vocacional, tudo para auxiliar o aluno em sua escolha de carreira e para área
profissional que possui mais aptidão.

O estudante João Pedro Marques Pereira, 17 anos, participou do evento organizado
pela Unorp. Para ele, a feira foi importante na ajudar a conhecer melhor os cursos que tem mais afinidade. “Eu quero ser empreendedor. Eu sei algumas áreas que eu tenho interesse, mas a faculdade ainda me aperta um pouco. Eu fiquei indeciso entre Administração, Economia, Ciências Contábeis. Então, euvim dar uma olhada nesses
cursos dessa área. No fim, deu vontade de fazer todos, mas eu gostei muito de Administração, então eu acho que é uma das faculdades que vou fazer primeiro”,
comenta.

 

Por Leandro Brito