Engenheiros e fiscais da obra devem ser convocados

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instaurada para investigar suspeitas de irregularidades nas obras antienchente deve ouvir na próxima semana quatro engenheiros e dois fiscais que fazem parte da comissão que foi responsável por acompanhar o projeto.

Os interrogados devem ser convocados já no início da semana que vem e os depoimentos estão previstos para a próxima quinta-feira. Uma reunião com a Caixa Econômica Federal já foi realizada para que as investigações comecem a andar.

Protocolada pelo vereador Renato Pupo (PSD), a CPI tem como objetivo investigar os atrasos da entrega das obras, iniciadas em 2013 e concluídas só na semana passada; como também apurar suspeitas de irregularidades em torno do contrato do projeto, concluído em cerca de R$ 164 milhões.

Já a CPI do auxílio atleta, protocolada e presidida pelo vereador Marco Rillo (PT), deve ouvir mais quatro dos 11 conselheiros que participaram do Conselho Municipal do programa, no período investigado.

Os depoimentos estão previstos para acontecer nos dias 24 e 25. No último dia 17, um dos beneficiários do auxílio confessou à CPI que recebia o benefício para fazer coberturas jornalísticas, reforçando as suspeitas de desvio do programa.

 

Por Francela Pinheiro

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS