Rio Preto:Em ato de resistência, homem joga sangue em policiais

ARQUIVO/DELEGACIA - Duas mulheres, uma é policial, registrou um boletim de ocorrência.

Um pintor de 47 anos foi detido por resistência, desacato e ameaça a policiais militares na noite desta quarta-feira (9) após ser socorrido ao UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Tangará, devido um acidente de trânsito. O homem estava visivelmente alterado e em dado momento arrancou a ‘mangueira’ que estava em seu braço e espirrou sangue nos policiais.

De acordo com boletim de ocorrência, os policiais foram informados de um acidente de transito no bairro Jardim Santa Catarina e foram ao local, não encontrando mais ninguém ali. Os PMs foram então à UPA, local onde encontraram o pintor, vítima do acidente.

O homem relatou aos policiais que havia caído de motocicleta sozinho. Os PMs perguntaram então sobre a localização da motocicleta, os documentos dela e os documentos pessoais do pintor. Foi a partir destes questionamentos que o homem ficou alterado.

O pintor passou a desacatar os policiais e ameaçá-los, juntamente com um Guarda Civil Municipal (GCM) que estava no local. O pintor inclusive arrancou a ‘mangueira’ que estava em seu braço para espirrar sangue nos policiais.

Os policiais precisaram utilizar de força física moderada para conter e algemar o homem. O pintor foi levado a uma sala de isolamento para ser medicado, local onde se auto lesionou, batendo a cabeça contra a parede. O homem foi liberado pelos PMs após receber alta médica do UPA.

(Colaborou Karina Rodolfo)

 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS