Em ano eleitoral, vereadores protocolam 290 proposituras em apenas quatro dias

Foto: Claúdio Lahos

A Câmara de Rio Preto realiza a primeira sessão do ano no dia 4 de fevereiro, a partir das 17h, no Plenário. As sessões ordinárias e extraordinárias são abertas à população, respeitando a capacidade das galerias.

O protocolo de documentos e novos projetos foi reaberto no dia 20 de janeiro, e até anteontem (24), os vereadores protocolaram 290 proposituras.

Dhoje Interior

“É natural o número grande de protocolo porque ficou fechado durante 30 dias. Isso é um bom sinal, mostra que os vereadores continuaram trabalhando e atendendo a população no gabinete, nas bases eleitorais e na cidade como um todo”, disse o presidente da Câmara Municipal, Paulo Pauléra (Progressistas).

Sobre a expectativa das sessões e a corrida eleitoral Pauléra ponderou que haverá projetos que os vereadores vão defender, porém, sem ter a autonomia para mudar a situação abordada, “O ano eleitoral sempre traz um volume maior de trabalho dos vereadores, logicamente que eles vão ter que trabalhar mais, se dedicar mais, eles dependem dos votos e os votos são consequências daquilo que eles fazem de trabalho. A expectativa é da apresentação de muitos projetos por solicitação da comunidade como um todo. Com certeza deverá aparecer projetos totalmente eleitoreiros de vereador que vai querer colocar uma coisa que não tem como aprovar e vai querer levar isso para discussão só para fazer barulho”, ponderou.

O presidente disse ainda que “é um direito do vereador fazer qualquer tipo de projeto para debater, então vai ser um ano que o prefeito e o Jair Moretti vão ter um trabalho maior de convencimento dos vereadores. É um ano que os vereadores não querem votar projeto de desgaste, o que eu acho totalmente errado, tudo aquilo que for bom para a cidade e for projeto importante do Executivo nós temos que votar independente de ganhar ou perder voto”, finalizou.

 

Por Mariane Dias