Edinho não garante, mas torce por continuidade nas obras da BR-153

O prefeito Edinho Araújo (MDB), após coletiva de imprensa a respeito da assinatura da ordem de serviço em prol do Semae, que vai construir reservatório e elevatório beneficiando mais de 30 mil pessoas diretamente e 100 mil indiretamente na região do Residencial Palestra, também falou, na manhã desta quinta-feira (5), sobre as obras da BR-153 que correm o risco de paralisação por falta de recursos.

Segundo informações, os gastos previstos dariam, até o momento, somente para os trabalhos do mês de setembro, ou seja, a partir de outubro, a duplicação da rodovia ficaria parada até a liberação de novos investimentos que podem vir somente no próximo ano, quando o projeto de Orçamento da União reserva a chegada de R$ 40 milhões para as obras.

Dhoje Interior

O chefe do Executivo Municipal confirmou que, para setembro, há recursos para as obras, mas que suas tratativas, feitas há um mês com o Ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas, “são no sentido de que não faltará recursos para a obra que está com 70% de avanço”.

Edinho destacou a situação financeira complicada que o país enfrenta, “buscando formas para equalizar a questão de caixa”. “Mas nós estamos em contato e tenho tranquilidade em dizer que as obras vão avançar, nós vamos conclui-la”, comentou o prefeito deixando claro que ele e sua equipe estão atentos às movimentações.

O prefeito finalizou o assunto, dizendo que torce para que o Brasil retome o crescimento e com a melhora na arrecadação, as obras na BR-153 ganhem ainda mais força. “Minha expectativa é que o país volte a crescer e a BR avance sem interrupções”, disse ele, sem garantir que as obras não sofrerão paralisação.

O DHoje entrou em contato com o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) e também com Ministério da Infraestrutura sobre a situação das obras, mas até o fechamento desta edição, ambos não responderam aos e-mails.

Por Ygor Andarde