Edinho divulga carta aberta aos rio-pretenses e mantém quarentena até dia 7

Foto: Ivan Feitosa/Pref. Rio Preto

Caros rio-pretenses. Dirijo-me a todos para atualizar as informações sobre este momento delicado de enfrentamento à pandemia do coronavirus.

Conforme anunciei na semana passada, em reunião com líderes de empresários e trabalhadores do comércio, analisamos o quadro dia a dia junto aos técnicos do comitê gestor de enfrentamento ao coronavirus, e entendemos que a curva ascendente de casos confirmados da Covid-19 é preocupante e exige toda cautela.

Dhoje Interior

Nos reunimos inclusive ontem, domingo, para analisar os números e vou anunciar agora as providências adotadas:

1 – Conforme entendimento jurídico da Procuradoria Geral do Município e do Ministério Público, São José do Rio Preto obedece o decreto estadual, vigente até 7 de abril.
O município continuará seguindo as orientações técnicas do Ministério da Saúde e do Governo de Estado de São Paulo.

2 – Passei previamente estas informações ao Poder Legislativo, ao Judiciário e ao Ministério Público. Passei também aos líderes empresariais e de trabalhadores, com os quais eu me reuniria hoje presencialmente. Por recomendação do comitê gestor, e dado ao grande número de pessoas interessadas em participar do encontro, a reunião está suspensa, e, como já disse, valem as regras do decreto estadual, com as peculiaridades locais.

3 – Recebi no sábado um documento do Ministério Público de São José do Rio Preto – assinado pelos promotores Carlos Gilberto Menezelo Romani, Sérgio Clementino e Claudio Santos de Moraes – no qual o órgão expressa sua posição em mantermos as medidas de contenção já tomadas pela Prefeitura, demonstrando sintonia com o Executivo.

4 – Determinei às secretarias de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Abastecimento, e Assistência Social para que reforcem as medidas de apoio ao pequeno comércio e às pessoas mais necessitadas, que tanto precisam de apoio neste momento. Já montamos 12 mil kits de alimentação e nossa meta é ampliar essa quantia para distribuição às famílias cadastradas.

Por fim, a Prefeitura está sensível às dificuldades que o comércio enfrenta, principalmente os pequenos. Estamos fazendo gestões junto ao governo do Estado, via Banco do Povo, e ao Sebrae, solicitando socorro financeiro aos que perderam renda, sejam eles formais ou informais.

As medidas amargas tomadas neste momento são recomendadas pela ciência para conter o avanço do vírus, e para salvar muitas vidas.

Prefeito Edinho Araújo

Da REDAÇÃO