Edinho descarta ‘desafio’ de Pinato e diz que pensa só na Administração

A manhã desta quinta-feira (5) foi bastante agitada para o prefeito Edinho Araújo (MDB). Depois de responder questões a respeito das obras de melhorias e ampliação no fornecimento de água pelo Semae e também falar sobre a possível falta de investimentos que podem paralisar as obras na BR-153, Edinho falou também sobre as eleições do próximo ano.

Perguntado a respeito do ‘desafio’ do deputado federal Fausto Pinato (PP), que disse em entrevista que ele poderia ser o candidato a prefeito em Rio Preto ‘representando’ o presidente Jair Bolsonaro (PSL), enquanto o atual chefe do Executivo seria o ‘homem’ de João Doria (PSDB), governador de São Paulo, Edinho sorriu e disser ter votado tanto em Doria quanto em Bolsonaro, ambos no segundo turno.

Dhoje Interior

“Eu não coloquei minha candidatura, ambos foram meus candidatos, tenho um bom relacionamento com ambos os governos. Não está na minha pauta discutir eleições. A cidade vive um momento positivo e administrar requer equilíbrio e quero continuar assim, representando uma das cidades mais importantes do Brasil”, salientou.

Ele ainda fez questão de relembrar seu histórico, mas também ressaltou que, neste momento não quer falar de política ou de disputas, mas sim, de questões administrativas.
“Quero sim, a participação de todos os parlamentares que ajudem São José do Rio Preto, trabalhem por Rio Preto e essa é a cabeça de um prefeito, uma cabeça administrativa. Quanto menos política, agora, melhor para a cidade. Ano de eleição, falamos, de preferência, na véspera. Mas não coloco minha candidatura”, afirmou.

Quando perguntado sobre seu vice “ser um homem magro”, Edinho disse compreender as especulações da imprensa e acha que tudo faz parte. “Vocês têm que informar a população. A imprensa é uma das coisas boas da cidade, mas estou muito tranquilo. Estou sim, querendo a união da Câmara, a união dos vereadores e de todos os poderes coma a sociedade e a imprensa anunciando coisas como as de hoje, investimento”, finalizou Edinho.

Por Ygor Andarde