Edinho assina ordem de serviço de quase R$ 1,5 milhão para reforma de escolas

Na última sexta-feira (09), o prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo, comemorou, ao lado de alunos, as reformas em escolas municipais

Na manhã desta sexta-feira (9), o prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo (MDB) assinou três novas ordens de serviço para reformas de escolas municipais. As unidades contempladas foram a Escola Municipal Deputado Arlindo dos Santos, Escola Municipal Luiz Jacob e Escola Municipal Dr. João Jorge Sabino. O total de investimentos chega a quase R$ 1,4 milhão.

Na Escola Dep. Arlindo Santos, por exemplo, será realizada a maior reforma com investimento de R$ 844 mil. A unidade educacional passará por reparo total com renovação de pisos, paredes, parte elétrica e hidráulica e obras de acessibilidade, entre outras ações segundo informou a prefeitura. Tudo isso deve ficar pronto em até oito meses.

As escolas municipais Luiz Jacob, no bairro São Francisco, e Jorge Sabino, no Parque Estoril, e em cada uma delas o investimento é de aproximadamente R$ 280 mil. “Nas duas unidades, será feita reforma geral, com projeto específico para atender as necessidades de cada espaço (veja o detalhamento abaixo). O prazo de execução dos trabalhos na escola Luiz Jacob é de quatro meses e, na João Jorge Sabino, cinco meses”, destacou a Administração.

“São obras fundamentais para o bom funcionamento de prédios antigos, mas muito bem estruturados, para atender também a legislação vigente em relação à acessibilidade. Devido ao tempo, há uma deterioração natural, então é preciso fazer os reparos para que a escola continue atingindo seu objetivo de educar as crianças”, discursou o prefeito.

Durante a assinatura das ordens de serviço, a secretária de Educação, Sueli Costa, disse que o ambiente estético tem reflexos na aprendizagem dos alunos. “Com esses trabalhos, também ensinamos aos alunos que as escolas são patrimônio de todos e que eles têm a capacidade de ajudar a preservar esse patrimônio”, frisou.

Entre as atividades planejadas para a escola Arlindo dos Santos está a instalação de um elevador de acesso ao piso superior. “As obras de acessibilidade serão importantes para que todas as crianças tenham acesso a todos os espaços da escola. Além de um lugar mais bonito, esteticamente falando, também temos que pensar em um ambiente amplo, seguro”, afirma a diretora da unidade, Aline Ramim.

Obras em andamento

A Educação tem, ainda, outras quatro obras em andamento. Na unidade João José Feris, que fica na Vila Toninho, foram investidos mais de R$ 320 mil. Na escola Antônio Teixeira Marques, Vila Progresso, foram quase R$ 380 mil. Já na unidade Orestes Quércia, no Solo Sagrado, a reforma custou R$ 87,3 mil. A previsão é de que as obras sejam entregues ainda neste semestre. Por fim, foi realizada a reforma geral e adaptação em um prédio na rua Silva Jardim, na Boa Vista, para receber uma nova unidade de educação infantil, com investimentos superiores a R$ 852 mil. A nova escola deve entrar em funcionamento até o mês de setembro.

Por Ygor ANDRADE

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS