Edinho abre trabalhos para “Município Verde Azul” 2018

“O município de São José do Rio Preto quer avançar cada vez mais na área ambiental. Queremos que a cidade se desenvolva, mas com um desenvolvimento sustentável em todas as áreas”. Com esse direcionamento, o prefeito Edinho Araújo abriu na manhã de ontem, no Parque Tecnológico, a primeira reunião do ano, que estabelece o grupo de trabalho do Programa Município VerdeAzul (PMVA) 2018. Este ano, o grupo está sendo expandido e vai contar com representantes de todas as secretarias e autarquias municipais.

Após a abertura do prefeito, que destacou a importância do engajamento de todas as áreas do governo municipal e evidenciou a adesão de Rio Preto não só ao PMVA, mas também aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs) da Organização das Nações Unidas (ONU), a Secretária do Meio Ambiente e Urbanismo, Kátia Penteado fez a apresentação dos resultados do município na edição 2017 do Programa Município Verde Azul.

Em 2017, Rio Preto ficou em 14º lugar no Ranking do PMVA, certificação concedida pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente para os municípios com as melhores gestões ambientais paulistas em dez diretivas: município sustentável, estrutura e educação ambiental, conselho ambiental, biodiversidade, gestão das águas, qualidade do ar, uso do solo, arborização urbana, esgoto tratado e resíduos sólidos. No ano passado, a cidade avançou 16 posições, pois em 2016 havia ficado em 30º lugar.

A secretária apresentou as pontuações em todas as diretivas, com destaque para resíduos sólidos em que Rio Preto obteve nota 10. Outros destaques foram as diretivas Conselho Ambiental, Gestão das Águas, Qualidade do Ar, Uso do Solo e Esgoto Tratado, todas com pontuações acima de 9 (confira quadro abaixo). “No geral, pontuamos bem. Em algumas diretivas, apesar de cumprirmos o papel na prática, ainda precisamos aferir e apresentar melhor os dados para pontuar melhor, e é isso que vamos fazer esse ano, com a integração de todas as áreas da administração pública. Porém, a nossa meta é avançar ainda mais e ficar entre os dez melhores”, enfatizou a secretária de Meio Ambiente e Urbanismo.

 

Da REDAÇÃO

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS