MAIS FÉRTIL: Dúvidas frequentes sobre a FIV

1- Quanto tempo demora o tratamento completo da fertilização in vitro?

A estimulação ovariana, coleta de óvulos e transferência dos embriões levam, em média, 20 dias. Em diversas situações temos que congelar os embriões e transferir em ciclo seguinte. Nesses casos, em média, 60 dias.

Dhoje Interior

2- Qual o número de folículos/óvulos que vou ter?

Isso depende muito da idade da mulher. No geral, mulheres até 35 anos entre 8 a 15 óvulos. Mas a regra geral é, quanto maior o número, maior a chance!

3- Posso ter controle sobre o número de folículos/óvulos que vou ter?

Geralmente tentamos controlar em pacientes com risco de hiperestímulo ovariano – pacientes jovens, boa contagem de folículos antrais, hormônio antimulleriano alto, magras- utilizando dose baixa de hormônio. Teoricamente todos os folículos antrais tem receptores para as gonadotrofinas, mas na prática nem todos os folículos crescem com o estímulo!

4- A minha reserva ovariana vai acabar mais rápido com o tratamento?

Não! A estimulação aproveita os óvulos recrutados naquele mês, que já seriam perdidos. Cerca de 1000 óvulos são recrutados mensalmente, mas conseguimos aproveitar 7-10 óvulos em média.

5- Posso ter relações sexuais durante o tratamento?

Durante a estimulação ovariana, dependendo da resposta, é recomendado evitar relações pelo desconforto, risco de torção dos ovários e até gestação múltipla caso ovule antes. Isso geralmente acontece após o oitavo dia de estimulação dos ovários.

6- Estou em uso de anti-inflamatório e antibiótico devido a uma inflamação. Esses medicamentos prejudicam o tratamento da FIV? Devo aguardar o término dos medicamentos para iniciar a estimulação?

Não prejudicam, pode usar normalmente durante o tratamento. Entretanto após a transferência de embriões, deve-se tentar evitar medicações que são contraindicadas durante a gravidez.
Por Luiz Fernando Gonçalves Borges – médico ginecologista e obstetra, pós-graduado em Reprodução Humana