Dose fracionada de vacina contra a febre amarela começa em fevereiro

São Paulo vai passar a aplicar doses fracionadas de vacina contra febre amarela no próximo mês. A medida, que também deve ser seguida pelos Estados do Rio e da Bahia, é adotada após a constatação de que a circulação do vírus se alastra e ameaça regiões até então consideradas livre de risco da doença.

Para não faltar imunizante, a ideia é ‘repartir’ as doses. Entre os alvos está o litoral norte paulista. Segundo a Secretaria de Saúde de Rio Preto, pelo município não haverá a dose fracionada, permanecendo a vacinação com a dose única inteira, em que a imunização vale por toda a vida.

A dose fracionada, porém, é mais fraca do que a oferecida hoje: protege por até nove anos, enquanto a atual dura para a vida toda, conforme orienta a Organização Mundial da Saúde (OMS). Essa orientação é seguida pelo Brasil desde abril de 2017. Antes, a imunização poderia ser feita a cada dez anos.

 

Da Reportagem

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS