Doria diz que aulas presenciais devem retornar dia 7 de outubro

Doria esteve hoje em Rio Preto e confirmou cronograma de volta as aulas presenciais_Cláudio_LAHOS_DHojeinterior

O governador João Doria (PSDB) confirmou que dentro do cronograma o retorno das aulas presenciais em todo o Estado de São Paulo acontece no dia 7 de outubro com o aval da Secretaria Estadual de Educação e em comum acordo com os prefeitos. “Respeitamos muito a autonomia municipal”, salientou o governador. Doria esteve nesta terça-feira (15) em Rio Preto onde participou na inauguração e entrega da reforma do prédio da Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais).

Diferente do discurso inicial agora para a retomada das aulas presenciais será necessário apenas que a região administrativa esteja na fase Amarela do Plano São Paulo por 28 dias para que as aulas possam ser retomadas.

Dhoje Interior

Doria salientou que não se pode penalizar o Estado todo – caso aconteça um rebaixamento de fase apenas aquele região deverá recuar.

Sobre a retomada Doria a permissão da volta as aulas presenciais acontecerá seguindo critérios sanitários e cuidados para os alunos, professores e servidores do ensino público que isso possibilitará a volta.

Gradual – neste primeiro momento a volta será gradual com a capacidade máxima de 35% dos alunos por dia – sendo que no 1º dia serão 35%, no 2º dia outros 35% e no 3º dia 30% dos alunos.  – com a obrigação do uso de máscaras por todos e disponibilização de álcool em gel 70% e outros protocolos que terão que ser seguidos.

Doria finalizou afirmando que o secretário de Educação, Rosielli Soares deve detalhar a retomada das aulas presencias nos próximos dias.

Rio Preto – caso Rio Preto se mantenha na fase Amarela pelas próximas semanas as aulas presenciais estarão liberadas também a partir do dia 7de outubro, mas a decisão ainda deve passar pelo crivo da administração municipal. Pesquisa recente feita pela Secretaria Municipal de Educação deu conta que mais de 70% dos pais de alunos da rede são contra a volta das aulas presenciais este ano. A decisão está sendo analisada pelo Comitê Gestor de Enfrentamento ao Coronavírus e pela Procuradoria Geral do Município.

Por Sérgio SAMPAIO – Da Redação Jornal DHoje Interior