Donos de cachorros, gatos e bichos exóticos contam com hotel e creches em Rio Preto

Foto: Cláudio Lahos

A desculpa de não ter onde deixar o animal de estimação não é mais convincente. Cresceu o número de hotéis e creches que cuidam dos pets em Rio Preto. Estes locais cuidados e momentos de diversão. Luiza Costa responsável pelo pet hotel Complexo, explica como funcionam os hotéis no mundo pet.

Para quem pretende deixar seu pet em algum hotel para garantir seu bem-estar enquanto viaja, deve fazer uma reserva no mínimo dois dias antes para garantir o dormitório do tamanho adequado e exclusivo do animal. O hotel conta com três tamanhos de dormitórios, o pequeno, médio e o grande, tudo depende do tamanho e da necessidade do seu animal.

Na maioria do tempo, os cachorros ficam soltos praticando atividades de socialização com um monitor. As atividades são variadas como, aquáticas em uma piscina adaptada para cachorros, com cordas, garrafas, ou até mesmo um carinho já anima os animais.

Mas se você é aquele dono coruja, preocupado com a alimentação, pode ficar tranquilo, pois é especifica a cada cachorro, ao deixar seu animal no hotel, o dono fala quantas refeições ele faz por dia, se tem uma dieta a seguir e qual a ração favorita do animal.

Mas o hotel também tem sua restrição. Cachorras fêmeas no cio, não são aceitas para evitar problemas com o próprio animal e com os outros hospedes.

E se minha viajem for muito longa?

Não tem problema, o hotel não coloca um tempo limite para Donos de cachorros, gatos e bichos exóticos contam com hotel e creches em Rio Preto que o pet fique hospedado, tem um tempo limite, Luiza Costa veterinária e responsável pelo pet hotel, conta que teve animais que ficaram três meses no local, tudo depende do tempo de viagem do dono. Apesar da crise, o mercado pet tem aumentado cada vez mais seu movimento, há três anos aberto, o hotel nunca teve uma queda de movimento. “Acho que nos últimos anos as pessoas têm tido muito pouco tempo para ficar em casa, mas querem uma companhia, ao invés de filhos que podem exigir um tempo maior, eles têm optado por pets” completou Costa.

O local também conta com consultório, banho e tosa e creche. A creche para pet funciona como uma creche para crianças, o animal chega pela manhã, tem o horário de almoço e descanso em seu dormitório e a tarde volta à rotina de atividades com os outros pets.

Segundo a especialista, a adaptação dos animais é extremamente fácil e rápido por ter contato com outros animais e companhia. A veterinária conta também a importância do animal não ficar sozinho em casa, durante muito tempo. “O animal que passa muito tempo sozinho pode desenvolver diversos problemas como a síndrome do abandono, na qual o animal passa a se mutilar ou causar danos na casa, com forme de chamar a atenção do dono”, conta a veterinária.

A limpeza acontece no mínimo três vezes ao dia, toda vez que os animais passam por alguma atividade o ambiente é limpo. Para os donos matar a saudade e terem certeza do bem-estar do seu bichinho, o hotel manda fotos e vídeos diários.

Colaborou: Thais LOBATO

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS