Dono de pizzaria baleado durante assalto recebe alta do hospital

Câmeras de segurança da pizzaria registraram a ação dos bandidos no assalto

Recebeu alta hospitalar nesta terça-feira, dia 29, o dono de uma pizzaria que tinha sido baleado durante um assalto ao estabelecimento no bairro Residencial Ana Angélica.  O crime foi no último dia 3 de outubro.

Pedro Garcia, de 24 anos, deu entrada no Hospital de Base no dia do roubo após ser atingido por três disparos dos assaltantes, sendo um na cabeça, outro na cintura e outro na coxa. Ele ficou esse período internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Dhoje Interior

Dias após o crime, três homens foram presos suspeitos de participarem de um roubo.De acordo com a DIG (Delegacia de Investigações Gerais), o primeiro suspeito, de 18 anos, foi preso no sábado, dia 5, no bairro Eldorado. Já havia um mandado de prisão expedido por homicídio contra ele.

Ainda no sábado, os policiais da DIG conseguiam capturar o segundo suspeito, também de 18 anos. Com ele, foi apreendida a arma, um revólver calibre 32 com numeração raspada, que teria sido usada no dia do crime.

O terceiro suspeito, de 27 anos, é um motorista de aplicativo de corrida e foi preso no domingo, dia 6. Segundo as investigações, ele sabia do crime, levou a dupla até a pizzaria e receberia uma porcentagem do valor que fosse roubado.  O motorista ficou dentro do veículo esperando terminar a ação dos outros suspeitos. O carro foi apreendido.

O trio teve a prisão temporária decretada e devem permanecer presos até a conclusão do inquérito. Eles respondem por latrocínio tentado.

Câmeras de segurança registaram a ação dos suspeitos. Nas imagens, é possível ver que a dupla encapuzada entrando no estabelecimento e apontando a arma para o proprietário, um jovem de 24 anos.

Um deles vai até o balcão do caixa e procura por dinheiro, enquanto o outro fica fazendo a segurança. Logo em seguida, o jovem acaba reagindo na tentativa de desarmar um dos assaltantes, que atira contra ele e corre para o lado de fora do estabelecimento. Antes de ir embora, ele ainda volta até o local e efetua mais quatro disparos contra o proprietário da pizzaria.