DIG prende acusado de cometer ‘onda de assaltos’

O núcleo DIG/DISE de Rio Preto identificou por meio de diversos boletins de ocorrência registrados na cidade nos últimos meses sobre roubo a transeuntes, onde bandidos roubam sob ameaça, dinheiro das vítimas e Smartphone.

As vítimas, geralmente, são jovens. Na semana passada um homem, de 42 anos, foi identificado e ao menos seis delitos estão sendo investigados e tem como autoria a mesma pessoa.

Segundo a polícia, há outros bandidos praticando o mesmo tipo de crime, causando, além do dano material, traumas às vítimas devido à violência que são os assaltos.

“Ante essa realidade, as forças de segurança da cidade tomaram conhecimento que havia um motociclista, de 32 anos, que dirigia geralmente uma moto de cor prata e que agia quase sempre do mesmo modo, abordava vítimas, exibia uma faca ou simulava estar com arma de fogo e subtraída mediante grave ameaça o aparelho celular, tomando rumo ignorado. Uma das vítimas anotou a placa do indivíduo, o que causou alerta nas polícias”, disse a Polícia Civil por meio de nota.

No dia 11 de fevereiro deste ano, após praticar mais um assalto, o suspeito foi perseguido e preso em flagrante por policiais militares. A Delegacia de Investigações Gerais (DIG), que já estava investigando o suspeito em outros casos, prosseguiu os trabalhos a fim de identificar a eventual participação do homem em outros crimes semelhantes ocorridos em Rio Preto.

Por meio de ronda policial, foram coletadas imagens de câmeras de segurança, depoimento de testemunhas, reconhecimento facial, reconhecimento de roupas, acessórios, capacete e demais elementos de investigação. “Até o momento foi possível identificar a participação do suspeito em mais oito assaltos. Todos os atos de Polícia Judiciária estão sendo formalizados e as autoridades policiais, após o término das investigações, podem representar pelas prisões preventivas referentes aos casos, o que somará à preventiva que ele já cumpre no CDP pela prisão em flagrante delito ocorrida no dia 11”, afirma a polícia.

Da Reportagem