Diferente da média nacional, Rio Preto tem 95% de cobertura vacinal contra febre amarela

Apesar de três Estados ainda estarem com a cobertura vacinal contra a febre amarela abaixo da meta definida pelo Ministério da Saúde, o município de Rio Preto conseguiu alcançar este número e atualmente apresenta 95% de cobertura da vacina, o que é recomendado aos Estados pelo governo.

Os três Estados que ainda precisam atingir essa meta são: Bahia, que atualmente está com cobertura vacinal de 55%; São Paulo com 52,4% e Rio de Janeiro com 40,9% da população-alvo vacinada. A meta do Governo Federal é imunizar 23,8 milhões de pessoas na campanha de vacinação da febre amarela, que segue pelo país.

A gerente de imunização de Rio Preto, Michela Barcellos, explica que em Rio Preto não há casos da doença em humanos desde 1940, porém, neste ano, com a confirmação da morte de três macacos por febre amarela no município e região, evidencia a circulação do vírus. “A nossa cobertura é muito alta, a prova disso é que a gente teve nos últimos anos circulação de vírus, esse ano a gente já teve esses três macacos positivos, e não tem casos em humanos”, frisou.

A alta adesão à vacina se deve ao fato do município já estar em área de recomendação da vacina há muito tempo. “Rio Preto já faz parte da área de vacinação há décadas, a gente vem nesses últimos 40 anos vacinando as pessoas. Já algumas regiões do Estado começaram a vacinar nesse ano, então nesses locais a adesão realmente está baixa”, explicou.

Vale ressaltar que os macacos não são transmissores da febre amarela em humanos. “O macaco não transmite a doença, ele é vítima igual a gente, quem transmite é o mosquito”, finalizou.

A vacina está disponível nas 27 UBS do município e por Rio Preto a dose é única, bastando tomar a vacina contra a febre amarela uma única vez, não necessitando de reforço.

Por Priscila CARVALHO

SEM COMENTÁRIOS