Dieta cetogênica pode prevenir o glaucoma

Novas descobertas divulgadas recentemente pela Academia Americana de Oftalmologia sugerem que uma dieta pobre em carboidratos (low carb) e rica em lipídeos, também conhecida como dieta cetogênica, poderia prevenir a progressão do glaucoma por meio da proteção das células do nervo óptico.
De acordo com o oftalmologista Marcelo Mendonça, diretor da Clínica Glaukos e membro da Sociedade Brasileira do Glaucoma, a dieta também tem sido muito utilizada por quem quer perder peso. “A dieta torna a queima de gordura mais fácil e eficiente em determinados casos”, afirmou.
A dieta cetogênica é baseada no consumo de carnes, ovos, embutidos, queijos, pescados, nozes, manteiga, azeite, sementes e verduras fibrosas. “A dieta promove um aumento de produção de energia de celular e um efeito antioxidante que protege contra a degeneração das células do nervo ótico, que é causada por exemplo durante a degeneração visual pelo glaucoma”, afirmou Mendonça. Ele ainda ressalta a importância de que qualquer intervenção alimentar seja acompanhada por um profissional de nutrição.
A aposentada Luiza Calça Fava afirma ter os sintomas da glaucoma. “Sinto uma forte coceira nos olhos. Estou utilizando um remédio que o meu médico recomendou”, contou. Com relação a nova dieta, Luiza comemorou o fato. “É sempre bom quando ocorre uma descoberta na área médica. Pretendo conversar com meu médico sobre essa dieta”.

O médico afirma que “A dieta não pode ser exclusivamente com a finalidade de tratar o glaucoma e tampouco pode ser indicada como único tratamento da doença”, finaliza Mendonça.

(Colaborou: Vinicius LIMA)

Alimentação Low Carb

A Dieta Low Carb é muito conhecida e seguida por milhares de pessoas ao redor do mundo, e consiste no baixo consumo de carboidratos. Entretanto, há diferentes variações da mesma dieta, com restrições diferentes e tipos de carboidratos que não podem ser ingeridos. O que todas essas variações da mesma dieta possuem em comum é que devem consumir, principalmente, as proteínas de origem animal, para que assim o indivíduo consiga emagrecer e alcançar o peso desejado.
A dieta Low Carb precisa ser feita corretamente para que você consiga emagrecer e atingir seus objetivos.
A dieta Low Carb engloba centenas de benefícios para o corpo e o indivíduo. Por exemplo, ao consumir principalmente proteínas, você estará acelerando o metabolismo. Ao ingerir proteínas você estará exigindo muito mais energia do seu corpo, e com isso o metabolismo acaba ficando acelerado. As proteínas consumidas ainda ajudam a controlar o apetite, já que não causam picos de insulina.
Uma dieta rica em carboidratos refinados e açúcar, contribui para danos de radicais livres e alimenta células cancerosas; possivelmente ajudando a proliferar a doença mais rapidamente.Já que dietas de baixo teor de carboidratos reduzem drasticamente o açúcar, podem agir como um tratamento natural do câncer, melhorando a imunidade do organismo.
Outro benefício muito importante é que deixando de consumir carboidratos, o excesso de líquido presente no seu corpo que causa o inchaço, será eliminado aos poucos. O acúmulo de água acontece porque os carboidratos são responsáveis por repor o glicogênio no fígado e cada grama dessa substância contém 3 gramas de água.

Da REDAÇÃO

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS