Dia D: Rio Preto tem ação especial vacinação contra a gripe neste sábado

Na ação poderá ser vacinada a população dos grupos prioritários: idosos, profissionais da saúde, gestantes, puérperas, crianças com idades entre seis meses e cinco anos, professores e portadores de doenças crônicas

Neste sábado (12), acontece o Dia Nacional de mobilização da campanha de vacinação contra a gripe. Em Rio Preto as 27 Unidades Básicas de Saúde estarão abertas, das 8h às 17h, além de três pontos volantes montados em locais de grande circulação de pessoas pelo município. Pelo Estado a ação mobiliza cerca de 36 mil profissionais, distribuídos em 6,5 mil postos fixos e volantes. Somente no interior paulista serão aproximadamente 5,5 mil postos.

Cerca de 300 profissionais vão trabalhar em Rio Preto durante a ação. Serão disponibilizados três postos volantes com equipes de imunização pelo: Mercadão, das 8h30 às 12h; supermercado Laranjão, da Avenida Danilo Galeazzi, das 9h às 16h; e hipermercado Carrefour, da rodovia Washington Luís, das 9h às 16h. Outras 26 equipes estarão responsáveis pela vacinação de acamados.

Segundo a gerente de imunização da Secretaria de Saúde de Rio Preto, Michela Barcelos, no ano passado a procura foi pequena pela vacinação durante o Dia D. “Neste ano , por conta dos casos já registrados esperamos que a procura seja maior, mas não há uma expectativa definida”. Ela ressalta a importância da vacinação, sendo que a vacina leva em torno de 10 a 15 dias para começar a fazer efeito. “É importante se prevenir, pois neste ano há uma circulação do vírus maior que a do ano passado, sendo que já registramos 19 casos e três mortes em Rio Preto”, afirmou.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, desde o início da campanha, três milhões de paulistas já foram imunizados. A expectativa estadual é de vacinar 10,7 milhões de pessoas contra o vírus Influenza.  Pela região de Rio Preto, o público-alvo da campanha de vacinação soma mais de 517 mil pessoas. A meta do Ministério da Saúde é vacinar 90% da população-alvo de cada região.

Para quem for receber a dose da vacina é importante se atentar aos documentos necessários para a vacinação. Profissionais de saúde e professores devem levar holerite ou carteirinha que identifique a função. Já os portadores de doenças crônicas devem apresentar prescrição médica. A vacina é gratuita e protege contra os vírus da Influenza A H1N1, Influenza A H3N2 e Influenza B.

Por Priscila CARVALHO

SEM COMENTÁRIOS