‘Detox’ pode salvar o corpo dos excessos

Muitas pessoas comem mais do que devem no Natal e no Ano Novo e com isso estas derrapadas gastronômicas provocam muitas toxinas no organismo que, além do ganho de peso, podem baixar a imunidade do corpo, causar incômodos no estômago, como uma gastrite e também sonolência.

As festas de fim de ano são regadas a muita comida e bebida. Por isso, muitas vezes, nos primeiros dias do ano, as pessoas sentem um mal-estar e até mesmo ressaca. A desintoxicação nada mais é que um processo de restabelecer o equilíbrio do organismo, ‘limpar’ aquele excesso. Para que isso ocorra de forma saudável, não deve radicalizar entrando em dietas altamente restritivas, pois isso pode gerar um tipo de compensação futura e até mesmo compulsões alimentares. A nutricionista Juliana Almeida diz para todas as pessoas beberem muita água, pois ela limpa o organismo.

‘’Nas refeições prefira carnes brancas e abuse das folhas ricas em fibras, evite doces, farinha e frituras’’, frisa. Juliana passa uma dica fácil e com certeza de muito resultado para todos. ‘’Abuse das cores dos alimentos no decorrer do dia. Em lanches ou refeições capriche na variedade, pois é nas cores que vamos encontrar micronutrientes importantes para uma ‘desintoxicação’ eficiente’’, conta. Ela ressalta que muitos usam de forma prática o famoso ‘suco Detox’ para turbinar a dieta e acelerar o processo.

‘’Ele pode ser composto de uma fonte de vitamina C, uma folha verde escura, uma fruta ou legumes da preferência, um alimento termogênico (gengibre, pimenta) e uma erva por exemplo (salsinha, hortelã)’’, afirma. O especialista em endoscopia digestiva Diogo Peral Caetano revela que o importante é manter a hidratação, exercício físico e alimentação saudável, não sendo necessário eliminar nenhum componente na dieta, porém sempre procurar uma dieta equilibrada entre gorduras, carboidratos e proteínas.

Diogo frisa que a água é uma bebida indispensável neste período. “De maneira geral além da própria água, o chá gelado, a água de coco e os sucos são boas e saudáveis opções para hidratação, porém temos que usá-las com moderação, pois algumas podem apresentar altas taxas de açúcar, sódio e calorias’’, pondera.

Os principais alimentos que causam a má digestão são os alimentos gordurosos como carne vermelha e frituras, pois a gordura diminui o tempo de esvaziamento gástrico, leite e seus derivados, molho de tomate e massas, frutas cítricas, café, pimenta e consumo regular de álcool.

O especialista afirma que uma alimentação e hábitos de vida inadequados, como o tabagismo, consumo de bebidas alcoólicas, excesso de frituras e o estresse são causas que podem provocar a gastrite, que tem a infecção pela bactéria H. pylori, que é diagnosticada pelas biópsias na endoscopia.

Entre os problemas de saúde que o excesso de açúcar, sal e gordura podem causar, estão distúrbios gastrointestinais, como diarréia, gases, inchaço, dor na barriga, azia, má digestão, gastrite, refluxo e náuseas. Isso porque a flora bacteriana que vive entre o estômago e o intestino não está preparada para receber tantos alimentos pesados de uma só vez.

“A flora bacteriana é uma parte muito importante na digestão do alimentos, porém além dela, existe a produção de enzimas digestivas presentes na saliva, suco gástrico, secreção pancreática, entre outros, que em conjunto irão realizar a digestão dos alimentos’’, observa. O especialista explica que o fígado é um órgão responsável por várias funções reguladoras no organismo, sendo uma delas a eliminação de impurezas.

‘’Para seu bom funcionamento se indica uma alimentação sem excessos e com pouca gordura para evitar assim a esteatose hepática conhecido popularmente com ‘gordura no fígado. Para uma boa saúde gástrica deve se manter uma alimentação equilibrada, com pouco alimentos gordurosos e exercícios físicos’’, complementa.

A nutricionista Juliana finaliza com a receita do suco ‘detox’, que deve ser ingerido na hora: Ingredientes:

• 2 folhas grandes de couve

• 2 rodelas de abacaxi

• ½ pepino

• Suco de 1 limão

• 1 pedaço pequeno de gengibre

 

Modo de preparo:

Bater e coar.

 

Por Verônica MAESTRELLA