Desemprego apresenta queda, segundo IBGE

Foto Arquivo DHoje

O número de desempregados no Brasil ainda é grande. Mesmo após uma queda de 0,6 ponto percentual, o país fechou o trimestre de julho em 2,3%, comparativamente ao trimestre anterior, que contabilizou 12,9%. Hoje o número de pessoas desempregadas está em 12,9.

Os dados foram divulgados ontem e fazem parte da pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), do IBGE.

Na contramão do país, Rio Preto fechou julho com um saldo negativo de 111 demissões no mercado formal, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Emprego e Trabalho (TEM). Foram ao todo 4.199 contratações no período, contra 4.310 desligamentos.

Tamires Côrrea faz parte das 111 pessoas que deixaram de ocupar uma vaga no mercado de trabalho formal. Ela era vendedora em uma loja de vestuário, mas acabou sendo desligada da empresa.

“Vou ter que ir a luta, mais uma vez. Mesmo tendo faculdade, curso de aprimoramento e experiência, estava trabalhando fora da minha área por falta de oportunidade. Quando maior a qualificação do candidato, mais difícil fica conseguir uma boa colocação profissional. Agora vou aproveitar pra estudar e tentar um concurso público”, afirma.
Mesmo com a diminuição dos postos de trabalho em Rio Preto, dados do Caged revelam um saldo positivo em vagas nos últimos 12 meses. Foram 1.692 vagas em 2018 e 1.609 no período de janeiro a dezembro do ano passado.

Mesmo com uma população desocupada de 12,9 milhões de pessoas, o número significa uma queda de 4,1% em relação ao trimestre fevereiro-abril, quando a população desempregada era de 13,4 milhões. Também é 3,4% menor do que quando comparado ao mesmo trimestre do ano anterior, quando havia 13,3 milhões de desocupados.

Para quem está desempregado em Rio Preto, a Secretaria do Trabalho e do Emprego do município oferece diariamente o balcão de empregos, que acumula vagas de empresas de toda a cidade, como explica o secretário da pasta Edmilson Favaron.

“Hoje temos mais de 300 vagas disponíveis aqui na secretaria. Os candidatos podem consultar as oportunidades e se candidatar para uma delas. Além disso, estamos visitando alguns bairros, com ações de empresas que ofertam vagas e já conseguimos as contratações no local. A medida vem pra melhorar os dados apresentados pelo Caged e também o número de desempregados na cidade”, explica.

Ainda segundo a pesquisa, o número de empregados com carteira de trabalho assinada ficou estável em 33 milhões de pessoas no trimestre maio-julho tanto na comparação com o trimestre anterior quanto em relação ao mesmo trimestre do ano passado.
(Conteúdo especial: Jaqueline Barros)

 

Da REPORTAGEM

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS