Desempregado faz gestos obscenos para universitária e é expulso de ônibus

A universitária K.C.S.R., 18, moradora do Floresta Park, foi parar no Plantão Policial de Rio Preto, após ser assediada pelo desempregado H.R.S., 25, residente no Jardim Arroyo, dentro de um ônibus da Circular Santa Luzia, na manhã desta segunda-feira.

K. estava sentada quando o acusado se aproximou e passou a fazer gestos libidinosos, passando a mão sobre a bermuda, sorrindo para ela e lambendo a lata de cerveja que segurava.

Incomodada, a jovem mudou de poltrona, sendo seguida pelo suspeito, que foi posto para fora do coletivo por outros passageiros, no Jardim Dom Lafayete Libânio.

Um ponto para a frente, a estudante desceu e encontrou S. parado e olhando em sua direção. Uma testemunha acionou a PM, que levou o desempregado até a Central de Flagrantes, onde foi ouvido, autuado por importunação sexual e liberado.

A Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) local é quem vai investigar o caso, que revoltou familiares da vítima.

“Ele saiu do Plantão antes do que nós. Estamos com medo de que continue a perseguir K. Isso não pode ficar assim”, disse um parente que pediu para não ser identificado.

Daniele JAMMAL

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS