Desaparecida desacata pms em festa denunciada por vizinhos

Divulgação

Uma guarnição da PM de Rio Preto foi desacatada por duas vendedoras que participavam de uma confraternização em chácara da Vila Toninho, na madrugada deste domingo.

Uma das mulheres, com 31 anos, constava como tendo desaparecido de sua casa, no Parque Estoril. A outra acusada tem 33 anos e mora no Parque São Miguel, na Região Leste da cidade.

Dhoje Interior

Segundo o registro policial, a equipe foi acionada por vizinhos para atender a um chamado de perturbação de sossego.

Na propriedade, que pertence a um técnico, de 36 anos, estava acontecendo a festa com som alto e as convidadas teriam ofendido os pms.

Conforme o BO, a mais velha das mulheres usou o celular para filmar a abordagem. O aparelho foi confiscado pela polícia e apresentado no Plantão, juntamente com o equipamento de som.

O dono da chácara estava acompanhado de um advogado, de 42 anos, e do encarregado pela música no evento, um autônomo, de 33.

Os três prestaram depoimento na Central de Flagrantes, para onde foram levadas as vendedoras, autuadas por desacato. Eles negaram que as indiciadas tenham xingado os policiais e acusaram a guarnição de abuso.

Caso, registrado como perturbação de sossego e desacato, segue sendo investigado. As vendedoras vão responder processo em liberdade.

Daniele JAMMAL