Cruzeiro é rebaixado pela primeira vez na história

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Em um jogo tenso no Mineirão, o Palmeiras bateu o Cruzeiro por dois a zero neste domingo (8) e decretou o rebaixamento do clube mineiro para a segunda divisão em 2020. Agora, Santos, São Paulo e Flamengo passam a ser as únicas equipes da elite do futebol brasileiro que nunca caíram.

Mesmo precisando da vitória e de um tropeço do Ceará contra o Botafogo, o início de jogo foi morno, com a Raposa pouco ameaçando o gol palmeirense. As melhores chances, de fato, foram do time alviverde, que quase saiu na frente com Zé Rafael, mas Fábio evitou no gol. Enquanto isso, no Engenhão, o Botafogo abriu o placar com Marcos Vinicius, fazendo com que o Cruzeiro dependesse apenas das próprias forças para escapar do rebaixamento.

Na segunda etapa, o time mineiro voltou nervoso em campo e acabou levando o gol logo aos 11 minutos. Dudu tocou de calcanhar para Raphael Veiga cruzar e Zé Rafael fazer o gol do Palmeiras. Pouco tempo depois, o Ceará empatou o jogo contra o Botafogo com Thiago Galhardo de pênalti. Aos 34 minutos, Dudu fez o segundo gol palmeirense, enterrando de vez qualquer esperança do Cruzeiro.

Após o gol de Dudu, começou uma confusão generalizada no Mineirão entre torcedores do Cruzeiro. Cadeiras foram arremessadas nos gramados e bombas estouradas nas arquibancadas. Por falta de segurança, o árbitro Marcelo de Lima Henrique encerrou a partida. O Cruzeiro se juntou a CSA, Chapecoense e Avaí no grupo de rebaixados do campeonato brasileiro deste ano. Bragantino, Sport, Coritiba e Atlético-GO estarão na elite em 2020.

Colocou na roda

Mesmo com a vitória, o Palmeiras não conseguiu terminar o campeonato na vice-liderança. Isso ocorreu porque Santos goleou o Flamengo por quatro a zero na Vila Belmiro e acabou ficando na frente do Verdão no número de vitórias. O resultado fez com que o Peixe garantisse a premiação de R$ 31,3 milhões e deu fim a invencibilidade de 28 jogos do time de Jorge Jesus.

Com um volume intenso de jogo, o Santos saiu na frente logo aos 15 minutos com Marinho chutando forte no canto esquerdo de Diego Alves. Aos 23 minutos, Filipe Luís recuou mal a bola e Sánchez ficou na cara do gol para fazer o segundo. Com o pensamento já no Mundial de Clubes, o Rubro-Negro não fez força durante o segundo tempo para empatar e acabou levando mais dos gols do Peixe. Primeiro, Soteldo cruzou para Sasha marcar de cabeça. Depois, Sánchez aproveitou o cruzamento da direita para dar números finais ao jogo.

Ao final da partida, a torcida santista soltou gritos de “fica Sampaoli”. O comandante argentino vai se reunir com a direção do Santos nesta segunda-feira (9) para definir seu futuro. O Peixe ainda pode perder jogadores importantes para a próxima temporada, como Jorge, Gustavo Henrique, Soteldo, Sánchez e Lucas Veríssimo.

São Paulo vence e Corinthians se despede com derrota

Já classificados para a Libertadores, São Paulo e Corinthians entraram em campo neste domingo (8) apenas para cumprir tabela. O Tricolor conseguiu bater o CSA por dois a um, com gols de Toró e Igor Vinícius. Emilton marcou para o time alagoano. Mesmo com jogando o segundo tempo com um jogador a menos (Helinho foi expulso), o São Paulo conseguiu se despedir do Brasileirão com a vitória.

Já o Corinthians, marcado por uma temporada irregular, terminou o Campeonato Brasileiro com uma derrota em casa por dois a um contra o Fluminense. Evanilson marcou os dois gols da equipe carioca, enquanto Gustagol anotou o do alvinegro paulista.

Após o término da 38ª rodada, ficaram definidos que Flamengo, Santos, Palmeiras, Grêmio e Athletico-PR irão disputar a fase de grupos da Libertadores. Internacional e Corinthians participarão da repescagem da principal competição do continente. Fortaleza, Goiás, Bahia, Vasco, Atlético-MG e Fluminense se classificaram para a Copa Sulamericana.

Vinicius Lima