Criminosos aplicam o golpe do falso corte de luz em Rio Preto

Criminosos têm usado a 4° Vara Federal de Rio Preto para aplicar o golpe do falso corte de luz. Por meio de ligações telefônicas eles afirmam as vítimas que a energia elétrica do imóvel será cortada por ordem judicial.

As principais vítimas têm sido empresas do ramo alimentício, como padarias, açougues, restaurantes e supermercados, já que não podem de qualquer forma ficar sem energia elétrica. Os golpistas informam que o corte será feito no mesmo dia da ligação, se não houver um depósito, geralmente no valor de R$ 4.550.

Além disso, fornecem números de telefones falsos da CPFL e da Justiça Federal, que na verdade são atendidos por comparsas, caso a vítima queira confirmar as informações. Por fim, informam o número da conta (de Campinas/SP) para depósito e concedem um prazo de algumas horas, antes que o “relógio” da CPFL seja removido.

A 4ª Vara Federal de São José do Rio Preto acionou a Polícia Federal, que já está investigando o caso para a localização e responsabilização dos envolvidos.

Por Priscila Carvalho

SEM COMENTÁRIOS