Criança Segura lança game que orienta prevenção de acidentes infantis

Atenção - Nutricionista Juliana Siqueira Silva, mãe do pequeno Heitor, afirma que toma os devidos cuidados para que o filho não se machuque dentro de casa

Pensando em auxiliar pais e até mesmo orientar os pequenos, o Criança Segura disponibiliza game que ensina a prevenção de acidentes para o público infantil. O jogo tem como objetivo disseminar a cultura de prevenção de forma lúdica e prazerosa para as crianças.

A organização Criança Segura atua no Brasil desde 2001 e é dedicada à prevenção de acidentes com crianças e adolescentes de até 14 anos. O game, por meio de vários jogos curtos, apresenta situações nas quais os pequenos aprendem a identificar os perigos em ambientes domésticos ou no trânsito e dá dicas de como evitar acidentes que podem acontecer com as crianças, tudo isso de forma muito divertida e leve, afinal, criança aprende brincando. “Nossa expectativa é que os pequenos aprendam algumas noções de cuidado com seu próprio corpo, o que ajudará na sua autonomia e a tornar adultos mais conscientes em relação à segurança”, disse Carla Lerner, responsável pelo desenvolvimento do jogo da Criança Segura.

A partir de outubro o aplicativo também estará disponível para smartphone e poderá ser baixado gratuitamente pelos usuários de iOS, Android e Windows Phone. A indicação é para crianças maiores de seis anos, que a partir dessa idade já possuem uma compreensão maior do mundo e conseguem avaliar melhor algumas situações. O game também pode ser utilizado por crianças acompanhadas do adulto, que é possível reforçar ainda mais os conhecimentos trabalhados nas atividades. “É possível reduzirmos o número de acidentes com atitudes simples em nosso dia a dia. Afinal de contas, há estudos que comprovam que 90% dos acidentes podem ser prevenidos através de adequação do espaço físico e mudança em nosso comportamento”, destacou Lerner.

E é assim que a nutricionista Juliana Siqueira Silva, mãe do pequeno Heitor de cinco anos toma cuidado para que o filho não se machuque em casa. “Deixo as coisas perigosas fora do alcance dele, como produto de limpeza ou até coisa que eu não quero que ele mexa. Só fica no acesso dele coisa que não tem problema dele mexer”, comentou.

A nutricionista afirma que o filho é uma criança calma e que também desde pequeno já o orienta com relação a pessoas estranhas, para evitar dor de cabeça. “O principal é sempre estar por perto da criança. Eu também o oriento com relação a pessoas estranhas para evitar problema, mas não pode descuidar de criança”, afirmou Silva.
Quem quiser conhecer, o game já está disponível pelo site do Criança Segura e para jogar, basta acessar http://criancasegura.org.br/game/.

 

Por Priscila Carvalho

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS