CORONAVÍRUS EM RIO PRETO: 1ª contaminada se cura e secretário defende isolamento

O secretário de Saúde, Aldenis Borim, confirmou a saída do isolamento da primeira paciente com diagnóstico positivo para coronavírus, nesta sexta-feira (27), em Rio Preto.
O primeiro caso foi registrado no dia 13 de março, quando a mulher de 28 anos testou positivo para o coronavírus. A paciente viajou para Alemanha, Bélgica e França.
Segundo a Secretaria de Saúde, a mulher chegou a Rio Preto no dia 10 de março. Durante a coletiva de imprensa, Borim confirmou sobre a saída da paciente do isolamento domiciliar.
Atualmente, Rio Preto possui 11 casos positivos de coronavírus, 152 casos de pessoas suspeitas, desses, 96 estão em isolamento social e 56 estão internados, sendo 31 com menos de 60 anos e 24 com mais de 61 anos.
Dos internados, três são positivos para Covid-19. Dos casos internados, 19 estão na UTI. Houve um aumento de 16 casos notificados.
“Esses casos são notificados, depois investigados e feitos os exames. Nós temos o aumento de dois casos confirmados de coronavírus”, frisou.
Ainda segundo a Saúde, dois óbitos suspeitos por coronavírus continuam sendo investigados.
Sobre o atendimento de outras pessoas de cidades vizinhas no tratamento da COVID-19 o secretário reforçou que “nós temos dois hospitais que atendem toda a região que são o Hospital de Base e o Hospital João Paulo II, que estão preparados para a região. São José do Rio Preto está preparado para o contingente dele, obviamente como sempre houve, haverá invasões de endereços, mas isso é uma coisa que estamos trabalhando. Nós vamos sempre tentar fazer com que esses leitos que nós temos sejam reservados para pacientes de São José do Rio Preto”, disse Borim.
Aldenis informou que a situação da cidade é preocupante e que o isolamento social deve ser mantido.
“Nossa curva de infectados está maior do que a curva de países como a Itália e Espanha no início da pandemia. Temos que nos isolar agora para que possamos controlar o contágio e evitar as mortes”, finalizou o secretário.

Hospital de campanha 

Dhoje Interior

O secretário Aldenis Borim confirmou a visita de equipes da Saúde em cinco pontos para uma possível instalação de um hospital de campanha em caso de necessidade no município. “Isso nós já estamos estudando. Já levantamos cinco locais sendo que foram inicialmente descartados quatro desses locais. Tem um local muito plausível que precisa de poucas adaptações. Uma cidade vizinha de São José do Rio Preto ofereceu um hospital com cerca de 40 leitos caso precisarmos”, destacou.

Por Mariane DIAS