Consumidor fica mais consciente e vendas de Natal superam metas

Foto: Bia Menegildo

Neste Natal, uma novidade ganhou o comércio de São José do Rio Preto: o consumidor consciente. Nem as tentadoras vitrines natalinas foram capazes de seduzir aqueles que estavam focados no valor que podiam gastar sem prejudicar sua situação financeira.

O ticket médio, por exemplo, caiu em relação ao ano passado (ficou entre R$ 80 e R$ 120), porém, a quantidade de produtos vendidos foi bem maior.

A expectativa de 4% de aumento de vendas foi atendida no comércio em geral, mas inúmeras lojas registraram um aumento ainda mais expressivo.

“O movimento dos últimos dias foi bem intenso. O que pudemos notar é que o consumidor mudou a característica do consumo. Ele está mais consciente do que pode gastar. Tanto mercados, quanto shoppings e lojas de rua mostraram um movimento intenso nos últimos cinco dias que precederam o Natal, mas com itens de preço médio, entre R$ 130 e R$ 140 no máximo”, explica o diretor de Comércio da Acirp, Walter Carrazzone.

O FGTS e o 13º injetaram ânimo e otimismo aos consumidores e comerciantes. Grande parte da população usou o dinheiro em primeiro lugar para ‘limpar o nome’, para depois garantir suas compras de Natal sem peso na consciência.

Segundo Carrazzone, desde o começo de dezembro o consumidor sendo bem disciplinado em compras, adquirindo somente aquilo que realmente pode pagar.

“Ninguém fez ‘loucuras’ neste Natal. Mesmo assim, foi uma data de presentes para toda a família. O comércio se revigorou e todos estão otimistas para 2020”, destaca o empresário.

Por Alison Moura