Consórcio é opção de investimento para saques de contas inativas do FGTS

Muitos brasileiros agora têm a possibilidade de retirar o dinheiro de suas contas inativas do FGTS e quitar antigas dívidas. Porém, existem dúvidas sobre como aproveitar essa ocasião para realizar os melhores investimentos com o montante recebido. Uma opção é o consórcio, que oferece diversas oportunidades para aquisição de bens como imóveis comerciais e residenciais, veículos, motocicletas, entre outros. Sua principal vantagem é a ausência da cobrança de juros, sendo preciso apenas arcar com taxas administrativas.

Para aqueles que ainda não possuem um consórcio, o valor recebido do FGTS pode ser aplicado na compra de bens, através de um planejamento de longo prazo. Dessa forma, o consumidor poderá pagar parcelas que sejam adequadas ao seu orçamento mensal e ampliar o seu capital. Além disso, é possível utilizar o crédito do consórcio para construir, reformar ou investir, especialmente para quem deseja ter uma aposentadoria a partir de rendimentos obtidos de patrimônio imobiliário.

O valor da conta inativa do FGTS também pode ajudar bastante aqueles que já são consorciados. Para o participante do consórcio automotivo que ainda não foi contemplado, uma alternativa é oferecer um lance maior e aumentar as chances de antecipar seu acesso ao crédito, além de reduzir o número de prestações, diminuir o valor pago mensalmente ou até quitar a cota. No caso daqueles que já receberam a carta de crédito, há as opções de abater parcelas a vencer, antecipar a quitação ou mesmo reduzir o tempo da dívida.

Já para quem possui consórcio imobiliário o ideal é não tirar o FGTS da conta, uma vez que as ações para este tipo de consórcio podem ser realizadas diretamente na conta do titular.

De acordo com a ABAC (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio), registrou-se um aumento de 8,5% nas vendas de novas cotas de consórcio, quando comparamos o primeiro bimestre de 2016 com os dois primeiros meses de 2017. Os créditos correspondentes comercializados subiram de R$ 10,94 bilhões para R$ 13,34 bilhões, no mesmo período.

Dados da Porto Seguro Consórcio reforçam essa tendência do mercado e apontam um aumento de 10% na comercialização de cotas de consórcio em 2016, em comparação ao ano anterior. Há mais de 40 anos a Porto Seguro oferece consórcio para a compra de automóveis e imóveis, possibilitando a aquisição de um carro, casa, terreno, apartamento, ou qualquer outro bem dentro dessas categorias.

 

 

Sobre a Porto Seguro Consórcio

A Porto Seguro Consórcio (www.portoseguro.com.br/consorcio) opera nas modalidades Imóvel e Automóvel, com atuação reconhecida no segmento por formar grupos com excelente desempenho financeiro e baixa inadimplência; características que geram, em média, 30% a mais em excedente de contemplação que o previsto no mercado. São mais de 1.100 clientes contemplados por mês e a entrega de mais de 50 bens por dia. Atualmente, posiciona-se como a 2ª maior Administradora do País no segmento de imóvel. Sem taxa de juros, encargos administrativos baixos, prazos de pagamentos mais amplos e parcelas acessíveis, o consórcio viabiliza a aquisição de bens de maneira planejada, estimulando a educação financeira.

Da REDAÇÃO

 

SEM COMENTÁRIOS