Conheça a trajetória musical do cantor Joab

O jargão “a pegada é déférente”, já virou marca registrada do cantor sertanejo Joab, de 29 anos. O artista nasceu em Lagarto, interior de Sergipe mas foi aqui no Estado de São Paulo que consolidou a carreira depois de rodar o Brasil em busca de uma oportunidade na música.

Começou cedo, aos 12 anos já fazia shows na cidade onde morava, descobriu o dom depois que se apresentou em uma festa na escola. Voz afinada, carisma e muita energia no palco já o diferenciava até mesmo de cantores mais velhos. Ainda criança venceu um Festival de Música, no interior da Bahia, onde concorreu somente com adultos.

A música sempre esteve presente na vida dele, sofreu fortes influências dos pais, na casa onde viveu com a família o rádio não era desligado nem mesmo pra dormir.

Joab também é compositor já fez 60 músicas e gravou um CD chamado “O som do Coração”. Na internet é possível ver clips e ouvir algumas músicas próprias dele como “Vem Comigo”, “Beijo Demorado”, “Você é a estrela e eu sou o céu”, essa última lançada em 2011 com a participação de Gian e Giovani. Já dividiu o palco com Michel Teló, Fernando e Sorocaba e muitos outros artistas renomados.

Dono de um carisma ímpar e qualidade vocal diferenciada, a nova música de Joab, “A Primeira Dama”, vem conquistando fãs, seguidores e o público que o acompanha nas redes sociais e nos shows em todo Brasil. O hit é um arrocha pra ninguém ficar parado. Com letra ousada, “A Primeira Dama”, é uma mistura de ritmos como axé, forró e uma pitada de funk.

Além da música nova, Joab vem apresentando o melhor do sertanejo atual e antigo nas casas noturnas sertanejas.  Atualmente, faz parte de um projeto inovador onde canta próximo ao público, de forma intimista como se estivesse literalmente em uma mesa de bar. O formato só comprova que o sertanejo prevalece no gosto popular.

Outra novidade que vem chamando bastante atenção nas apresentações do cantor é o show acústico. Com o inseparável violão vai dando voz e muitas vezes versões diferentes a clássicos sertanejos levando ao delírio o público diversificado que conquistou nesses 17 anos de carreira.

A generosidade do artista é outro diferencial que faz dele um incentivador aos novos talentos da música sertaneja. Ele faz questão em todos os shows de dar oportunidade para quem está começando dividindo o palco com maestria.

Seja na primeira ou na segunda voz, solo, em dupla improvisada, em show com banda ou no acústico, o que importa pra ele é marcar histórias, momentos e vidas com a arte de cantar.

Da REDAÇÃO

SEM COMENTÁRIOS