Confusão em frente ao Terminal Rodoviário termina na delegacia

Na tarde desta terça-feira, policiais militares realizando ronda pelas imediações do terminal rodoviário perceberam que, ao verem a viatura, o vidraceiro E.S.S., 21 anos, e a balconista J.N.V., 18 anos, se separaram.

Ao ver sua companheira sendo abordada por uma policial feminina, S. chegou esbravejando contra os policiais interrompendo a revista pessoal. Um pm determinou que o cidadão ficasse de costas para revista.

O acusado até ficou de costas, mas se esquivava da averiguação dizendo que sofria de hemorróidas e que por isso não queria ser revistado.

O homem, segundo registro da policia, ameaçou de morte o pm que o revistou e mostrou resistência à abordagem “acertando o dedo anelar da mão esquerda do policial”.

Os policiais militares imobilizaram o suspeito e o conduziram até a Central de Flagrantes. O caso foi registrado como resistência e desacato. Na delegacia, a companheira do vidraceiro confirmou que ele estava agressivo.

 

Alison MOURA

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS