Confira aqui o resumo da 25ª rodada do Brasileirão

Jogadores da Chapecoense comemorando gol da vitória

Rodada polêmica

Flamengo x Avaí – Com time reserva, o Mengão só conseguiu arrancar um empate com o leão. 1 a 1, na Ilha do Urubu. Pedro Castro tinha acabado de desperdiçar uma chance, mas se redimiu e marcou de falta. Cruzou, ninguém chutou, a bola entrou, aos 17 minutos da primeira etapa. A partir desse gol, o Flamengo subiu, atacou e parou na parede Douglas Friedrich. Rodinei ficou com a sobra do escanteio aos 35 do segundo tempo, e chutou da entrada da área, acertando o ângulo e não deu nenhuma chance para Douglas. Joga a luva, goleirão.

Santos x Atlético-PR – Cuidado Timão, o Campeonato tem um novo segundo colocado. Com a vitória por 1 a 0, o Santos assumiu a vice-liderança e segue em busca do título. Dois goleiros, um de seleção e outro de nível de seleção, o que esperar disso? Defesas espetaculares. Vanderlei e Weverton trabalharam muito bem! Bruno Henrique aproveitou o rebote e empurrou para as redes. David Braz tirou uma bola em cima da linha, já não bastao Vanderlei, agora os zagueiros também defendem?

São Paulo x Corinthians – 61.142 torcedores lotaram o Morumbi. Os são paulinos presenciaram um ótimo São Paulo, mas viram o time ceder o empate. Como disse Petros, o time deu uma aula no líder na primeira etapa. O Tricolor dominou e saiu na frente. Petros diz que chutou e marcou um golaço no canto da entrada da área. Na volta dos vestiários o Corinthians se encontrou e começou a subir. Claysson aproveitou sobra de Romero e meteu um bicudo na bola, indefensável, detalhe para o drible de Rodriguinho que deixou o Júnior Tavares sem mãe e sem pai, e caído no chão.

Atlético-GO x Cruzeiro – A Raposa começou com tudo e marcou dois gols no começo do primeiro tempo, o Dragão até tentou, mas não foi o suficiente. 2 a 1, no Estádio Olímpico. Arrascaeta acerta um chute lindo no cantinho do goleiro, aos cinco minutos, um golaço! Sóbis ampliou o placar aos 20, depois de linda enfiada de Nonoca. Luiz Fernando diminuiu aos dois minutos da segunda etapa, mas o time mandante não conseguiu engrenar.

Fluminense x Palmeiras – Mais uma vitória do Verdão fora de casa, dessa vez a vitima foi o Flu, 1 a 0 no Maracanã. Se você é palmeirense e criticou o Egídio, bata palma. O lateral acertou um G O L A Ç O na gaveta. O jogo não teve muitas emoções. O Fluminense até tentou, mas pecava muito nas finalizações e parava em Fernando Prass.

Coritiba x Botafogo – Senta que lá vem história… Em jogo eletrizante, Fogão vira o jogo e vence por 3 a 2, no Couto Pereira. Logo no primeiro tempo, o juiz Braulio da Silva deu pênalti para o Coxa. Thiago Carleto foi para a cobrança e pra variar, Gatito Fernández pegou mais um, GIGANTE! Mas a alegria dos alvinegros não durou nem dois minutos. Werley abriu o placar de cabeça. Os times foram para o vestiário e o Botafogo voltou mais disposto. Roger subiu mais alto e marcou aos 11 minutos. A virada veio de Guilherme aos 19, o primeiro toque do garoto foi a finalização pro gol. Faltas, cartões, defesas, o jogo não parava! Carleto se redimiu e acertou um lindo chute de falta no finalzinho do jogo. Dessa vez, a alegria dos torcedores do Coritiba não durou nem dois minutos. João Paulo matou a bola no peito e chutou no cantinho de Wilson, final de jogo! Ufa…

Chapecoense x Ponte Preta – Um respiro para a Chape, na Arena Condá. Com essa vitória de 1 a 0 sobre a Macaca, o time escapa do Z4. O jogo não teve tanta movimentação, muitos cartões amarelos e pouca produtividade. Até que Lucas Marques resolveu chutar do meio da rua, muito longe mesmo, e acertou um lindo chute. O goleiro João Carlos deu uma forcinha também, dava pra pegar, mas o goleirão aceitou.

Grêmio x Bahia – Em pênalti polêmico, Bahia vence o Grêmio por 1 a 0, na Arena do Grêmio e sai do Z4. Com nove cartões amarelos, os times estavam quebrando e fazendo de tudo pra bola entrar. Jean e Paulo Victor foram muralha, mas uma que não franga. Até que veio a polêmica. Edílson tropeçou e “derrubou” Allione na área, o juizão deu pênalti. Rodrigão foi para a cobrança e marcou aos 51 do segundo tempo, haja coração. Com esse resultado, o imortal caiu para a terceira posição.

Atlético-MG x Vitória – A situação do Galo não está fácil… Com a derrota por 3 a 1, no horto, Micale é demitido e Oswaldo de Oliviera é o novo treinador da equipe. Neilton só precisou de dois minutos para balançar as redes. Fillipe Souto toca para o atacante que só chutou na saída de Victor. Depois de linda troca de passes, Cazares recebeu de calcanhar de Fred e estufou as redes, um golaço! Primeiro tempo chegou ao fim empatado, até ai tudo bem. Mas o Leão gosta de aprontar fora de casa e marcou aos 23 da segunda etapa com Yago. Tréllez tocou para trás e o meia correu pro abraço. O Atlético subiu, chutou no ângulo e o goleiro Caíque pegou. Chutou na trave, deu pressão, fez de tudo, mas tomou outro gol. Tréllez ganhou no corpo e encobriu o goleiro Victor, outro golaço!

Sport x Vasco – Leão empata com o Vasco em 1 a 1, na Ilha do Retiro. Logo aos 20 minutos da primeira etapa, Diego Souza foi expulso. O meia recebeu um cartão amarelo por reclamação de falta, ainda discutindo com o juiz, mandou ele “colher chuchu” de um modo mais agressivo, e foi pra rua. Nenê aproveitou belo passe de Pikachu e deslocou Magrão, 1 a 0 Cruz-Maltino. No meio do jogo, o juiz deu pênalti para o Sport, mas mudou de ideia depois de conversar com o assistente. Foram quatro minutos discutindo se a bola teria ou não batido no braço de Anderson Martins. No finalzinho do jogo, André empatou de cabeça aos 40 do segundo tempo.

G6: Corinthians, Santos, Grêmio, Palmeiras, Cruzeiro e Botafogo

Z4: São Paulo, Ponte Preta, Coritiba e Atlético-GO

Craque da rodada: Tréllez (Vitória)

Da REPORTAGEM

Colaborou: João Pinheiro  

 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS