Conferência da Criança e Adolescente reúne especialistas e jovens

Foto Divulgação

Encontro é parceria da Assistência Social e CMDCA

Com a presença do promotor da Infância e Juventude de Rio Preto, André Luis de Sousa, e da secretária municipal de Assistência Social Maria Silvia Bastos Fernandes, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) promoveu nesta terça, 13, a 11ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, no Teatro Paulo Moura, durante todo o dia.

Educadores, assistentes sociais, conselheiros e a equipe da Semas (Secretaria da Assistência Social), a secretária Maureen Cury (Direitos e Políticas para a Mulher, Pessoa com Deficiência, Raça e Etnia) e representantes das Secretarias da Saúde, Trabalho e Educação, foram ouvir a palestra da assistente social Terezinha Rodrigues, doutora em Serviço Social pela PUC-SP, que abordou o tema ‘Proteção Integral, Diversidade e Enfrentamento das Violências’. E também avaliaram as sugestões dos jovens delegados, os adolescentes que levantaram as necessidades de seu grupo e apontaram sugestões nas conferências livres, realizadas pelo CMDCA ao longo do ano. No evento, quatro adolescentes foram escolhidos para subir ao palco e participar das discussões.

“Esse é o momento ideal para trazer ao debate os problemas da criança e do adolescente para, juntos, refletirmos e criarmos políticas de atendimento que melhorem a vida deles e definam o seu futuro. É um conjunto de ideias que nos desafiam na perspectiva de avançar no enfrentamento de todas as situações vividas por eles, de forma geral,” disse Terezinha.

“Estamos no horizonte de um novo governo nacional e é hora de agir. Fazer um balanço do que foi feito até agora e avançar com novas políticas,” completou.

Presidida pela assistente social Lucinéia Oliveira Figueiredo, a conferência teve também a participação do presidente do CMDCA, Nélio Nakada, da representante do Comdeca, Edna Tomé, do diretor da Fundação Casa, Ricardo Carvalho, entre outros. “Devemos exercer esse papel de cidadania todo dia, debater questões da criança e do adolescente, para garantir os direitos dessas crianças e jovens. Eles são o nosso mundo de amanhã,” disse Lucinéia.

Presentes também os integrantes dos Conselhos Tutelares Norte e Sul e as crianças do Projeto Guri, que fizeram três apresentações musicais.

O objetivo da conferência é mobilizar os integrantes do Sistema de Garantia de Direitos (SGD), crianças, adolescentes e a sociedade para construir propostas de proteção integral de crianças e adolescentes nas políticas públicas, fortalecendo as estratégias/ações de enfrentamento às violências e considerando a diversidade.

 

Da REDAÇÃO

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS