Conexão Capivara: Edinho, operário padrão

Foto Divulgação

O prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo (MDB), segue o modelito operário padrão da política. Um dia após oficializar apoio a João Doria (PSDB) na corrida ao governo do Estado, o emedebista se juntou ao deputado estadual Vaz de Lima (PSDB) e ao seu vice, o médico Eleuses Paiva (PSD), e partiu para São Paulo, onde foi mostrar serviço.

Durante ato de recebimento de apoio do nanico PRTB ao candidato tucano, o prefeito de Rio Preto foi apresentado como troféu, uma fez que dá à chapa de Doria o discurso de que não é todo o PMDB de Paulo Skaf que optou por Márcio França (PSB). Este, por sua vez, tem no seu palanque aqui em Rio Preto o deputado estadual Orlando Bolçone (PSB) e o ex-prefeito Valdomiro Lopes (PSB).

O ato tucano na Capital serviu também para que as lideranças locais afinassem a estratégia de colar Doria em Jair Bolsonaro, o presidenciável do PSL que levou 62% dos votos em Rio Preto no primeiro turno. “Agora eu sou Bolsodoria”, resumiu Vaz de Lima.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS