Comunidades ribeirinhas de Manaus recebem pousadas comunitárias

Construções vão ajudar a potencializar turismo no município, uma área de matas, vitórias régias e cultura indígena.

Empreendimentos vão ajudar a potencializar o turismo na região, que possui área de matas, vitórias régias e cultura indígena.

Para ampliar a recepção e a qualidade do atendimento a turistas nas comunidades ribeirinhas da região metropolitana de Manaus, Amazonas, o Ministério do Turismo investiu  R$ 290 mil na construção de duas pousadas comunitárias e R$ 148 mil para uma central de artesanato.

As pousadas têm 15 leitos cada uma e estão localizadas nas comunidades de Acajatuba e Paricatuba. Já a Central de Artesanato fica em Janauari, município na margem direita do Rio Negro, com tradição na produção de peças que utilizam como matéria prima madeira, sementes e fibras na confecção de quadros, bijuterias, flautas, miniaturas de canoas e animais.

“São ações como estas, com investimentos até modestos, que confirmam o poder transformador e sustentável da atividade turística. Essas obras vão ajudar na atração de mais turistas para a região e, como consequência, na geração de renda e melhoria da qualidade de vida das comunidades envolvidas”, afirmou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

Segundo o ministro, a cultura das comunidades ribeirinhas, além da natureza exuberante, é um importante atrativo do turismo amazônico.

A presidente da Amazonastur, Oreni Braga, disse que o Turismo de Base Comunitária se junta a outros segmentos em desenvolvimento no estado como os de Pesca Esportiva, Cruzeiros, Negócios e Eventos. “Os equipamentos servirão como ferramentas de indução para a geração de renda e a redução da pobreza naquelas comunidades”, disse em nota.

Os empreendimentos comunitários foram inaugurados no final de outubro e já estão em funcionamento.

 

Da Redação

Fonte: Portal Brasil

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS